Conecte-se conosco

Artigos

10 FPS inesquecíveis para você curtir offline

Publicado

em

FPS

Atualmente os FPS se resumem ao puro mata-mata online, com todos os holofotes voltados ao multiplayer na rede. Porém, vamos voltar um pouco ao passado e relembrar como era bom termos também boas campanhas de jogo offline. No máximo aquela competição saudável no sofá de casa, onde quem perder passa o controle para o próximo tentar a sorte. Se lembram disso?

Até temos alguns títulos recentes, como essa lista mostra, porém sabemos que não são os queridinhos dos olhos do público mainstream. Em homenagem a este gênero, trouxe dez títulos inesquecíveis para qualquer um que tenha jogado e fica a dica caso você esteja buscando algo que não te faça se estressar com os travamentos ou queda da internet. Vale notar que esse material não busca colocar os FPS em ordem de menos importante para o mais, mas sim um material apenas como referência. Sem mais delongas, quem dará o primeiro tiro?

10 – Black

10 fps offline Black

É impossível falar de um FPS offline sem citar o glorioso e dificílimo Black. Surgido no PlayStation 2 e produzido pela Criterion Games em 2006, este foi um dos títulos mais marcantes da plataforma. Misturando jogo e live-action, estratégia e cenários destrutivos, ele é lembrado até hoje e, infelizmente, a EA não trouxe uma sequência até os dias atuais. Queridinho dos fãs, ele vive nos comentários e no coração de quem o jogou no passado.

9 – Quake II

10 fps offline Quake 2

Eu poderia citar diversos games da linha Quake, porém, para mim, o segundo foi o mais memorável de toda a franquia. Lançado nos computadores e no primeiro PlayStation no ano de 1997, o gamo era uma verdadeira insanidade espacial com um excelente multiplayer local e cheio de segredos escondidos. A trilogia do primeiro, do segundo e o 3: Arena foi relançada pela Bethesda no Game Pass e vale a pena cada tiro que você der em seus inimigos.

8 – Wolfenstein: The New Order

10 fps offline Wolfenstein New Order

Pulando para a nova geração de videogames, Wolfenstein: The New Order pegou tudo que o seu antecessor tinha criado e elevou ainda mais o patamar da aventura. Você continua enfrentando nazistas nos anos 40 e conta com o apoio de toda a resistência para combater o avanço tecnológico deles. Quase sem esperanças de vitória, o protagonista decide que ou mudaria as coisas, ou morreria tentando e parte numa jornada de sangue e mortes até derrubá-los do poder. Um épico.

7 – DOOM Eternal

10 fps offline DOOM Eternal

Já falei de aliens, nazistas e passaremos por bem mais variantes de alvos nessa listagem, mas matar demônios em DOOM Eternal é algo extremamente prazeroso e dinâmico. Sem um segundo para pensar ou traçar um plano, o game te coloca nas situações mais insanas possíveis e você que lute para sobreviver àquilo no papel do calado e revoltado protagonista que fará as forças do inferno descerem novamente, nem que seja na base do soco.

6 – GTA V

10 fps offline GTA V

Quando lançou no PlayStation 3 e no Xbox 360, GTA V não tinha um modo FPS. Ele foi adicionado apenas na sua passagem para o PS4 e o Xbox One, renovando a vida útil dele e trazendo uma nova experiência para os jogadores. Por mais que a franquia seja um misto de vários gêneros diferentes, não podemos negar que seu grandioso sucesso foi feito sobre os crimes que os protagonistas se envolvem e as diversas perseguições policiais com tiroteio. Ponto para a Rockstar, que está prometendo um sexto jogo e não revelou nenhuma informação sobre ele até agora.

5 – Vanquish

10 fps offline Vanquish

Uma verdadeira catástrofe coloca o nosso protagonista numa armadura especial para seguir até a Lua e eliminar o governo soviético antes que continuem destruindo os territórios americanos de lá. A partir disso, é uma enxurrada de tiros, desaceleração do tempo e ação para dar e vender. Ele foi lançado no PlayStation 3 e Xbox 360, ganhando uma versão de aniversário de 10 anos no PS4 e Xbox One em 2020. Caso esteja na dúvida, pode mergulhar nessa aventura que não terá arrependimentos.

4 – Medal of Honor

10 fps offline Medal of Honor

O primeiro PlayStation foi o lar de muitas franquias que até hoje são lembradas com carinho pelos fãs e se tem um FPS que segue com isso é Medal of Honor. Trazendo os horrores da Segunda Guerra Mundial e inúmeros mapas, além de uma aventura que deixa até os pro players no chinelo hoje, tanto o multiplayer local quanto a ação pelas fases são um deleite para qualquer jogador. Podem ter passado 23 anos desde o seu lançamento, mas nunca será esquecido.

3 – Borderlands 2

10 fps offline Borderlands 2

A franquia Borderlands não é ruim no geral, mas vamos combinar que o segundo título é o mais insano e cheio de reviravoltas já lançado. A partir disso, mesmo com spin-offs e tramas pela Telltale, B2 marcou uma legião inteira de jogadores e uma geração inteira de consoles. A trama traz todos os personagens do primeiro game de volta, mas o foco se tornam quatro novos heróis que seguem com habilidades únicas para acrescentar ainda mais profundidade ao gameplay.

2 – Bioshock

10 fps offline Bioshock

Ainda que Bioshock exija paciência e tenha uma história muito mais densa que os demais desta listagem, é inegável que ele se tornou um dos FPS mais importantes destas últimas gerações. O primeiro te coloca em uma cidade submersa, cheia de aberrações e tecnologia em um cenário steampunk, fazendo você atirar em tudo que se move nos pequenos corredores e salas mal-iluminadas. Sua trama é aclamada até hoje e um terceiro game da franquia está em produção…mas quando sai, nem a própria 2K Games sabe.

1 – Halo: Combat Evolved

10 fps offline Halo

O Master Chief surgiu no primeiro Xbox e revolucionou o mercado de games. Sendo um dos primeiros FPS de sua geração, ele amarrou excelentes personagens com fases impressionantes e chefões que metem medo em qualquer um que se aventurar pelos planetas desconhecidos pela primeira vez. Com a possibilidade de pilotar veículos, confrontar hordas e impactar com as surpresas de suas reviravoltas, não é à toa que foi um dos únicos FPS que ganhou o título de Jogo do Ano em seu lançamento.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Publicidade