Conecte-se conosco

Artigos

A ascensão do Grand Underground nos remakes de Pokémon

Publicado

em

Pokémon

Se você já jogou Pokémon Diamond e Pearl, lembra que o Underground era um ambiente divertido, porém extremamente limitado e cheio de falhas. Com o surgimento dos remakes, o recurso foi repaginado e, hoje, se tornou um dos maiores atrativos dos novos episódios da franquia. Tanto em Brilliant Diamond e Shining Pearl, agora não faltam atividades para quem busca passar horas no subsolo de Sinnoh.

Assim que o treinador chega na cidade de Eterna, ele recebe um kit de exploração que permite que acesse um mapa inteiramente novo e que contém diversos mistérios para serem descobertos. O que antigamente era apenas uma razão para você buscar fósseis e pedras evolutivas, hoje se tornou uma das principais diversões dos jogadores e a ILCA acertou em cheio ao trazer isso de uma nova forma.

Ouso dizer que o Grand Underground é, de longe, a principal razão de muitos jogadores estarem se divertindo nos remakes. Não que o jogo principal seja raso e sem muitos atrativos, porque não é e você pode ver em nosso review que ele tem muita coisa bacana para os fãs. Porém, é inegável que uma vez que você começa a escavar, nada garante que você passe apenas poucos minutos por lá.

Review Pokemon BDSP Imagem37
Vamos escavar?

Cavando o seu futuro como Mestre Pokémon

Um dos principais fatores que existem dentro do Grand Underground em Pokémon Brilliant Diamond e Shining Pearl é cavar o local em busca de itens. Ali você encontra os mais diversos que vão desde ossos e fósseis até pedras evolutivas e estátuas de uma civilização antiga. A sensação que você tem ao fazer isso se assemelha a abrir pacotes de figurinhas ou boosters, já que nunca sabe o que encontrará em cada uma.

E não é pouco que você acha, o mapa marca várias para você sair correndo e encontrar o máximo de coisas possíveis. Em algumas vezes, dá para achar até mesmo as lendárias Plates, que são itens que aumentam o poder de ataque dependendo do tipo do seu monstrinho de bolso. Se elas acabarem, basta entrar em alguma das cavernas e sair novamente que elas voltam a aparecer em vários pontos diferentes. Se depender da hype da pessoa, é conteúdo que não acaba nunca.

Um dos melhores elementos disso, infelizmente, dependem da assinatura online do Nintendo Switch. Se você conectar-se à rede e jogar o multiplayer dele, aí sim a diversão é multiplicada. Além de poder receber ajuda nas suas tarefas sem a penalidade das estruturas do lugar, também dá para ajudar os amigos ou pessoas que estão por ali atrás de itens importantes para a sua jornada. Ou vai me dizer que não precisa daquela Pedra do Trovão para evoluir o Pikachu para Raichu antes de enfrentar o ginásio de Pastoria, por exemplo?

Review Pokemon BDSP Imagem12
Localizando itens, Digletts e Dugtrios a diversão está garantida

Lá também tem um mini-game bem intrigante, que é caçar os Digletts e Dugtrios espalhados. Sozinho isso demora uma eternidade e mal diverte. Porém, online é uma atividade que oferece resultados velozes e assim que você reúne 40 deles poderá encontrar itens raros na escavação. Um bom exemplo disso são as estátuas, que aumentam a probabilidade de encontrar Pokémon do mesmo tipo que elas. Se você encher a sua base do tipo Dragão, por exemplo, terá uma bela surpresa dentro das cavernas.

Estas estátuas já são raras por si só, sendo encontradas casualmente e com a maioria dela gerando um efeito mínimo. Apesar disto, as de cores diferentes podem dar ainda mais chances de encontrar aquele monstro raro que estava buscando. Isso sem falar que você pode desativar os efeitos e acionar aqueles das bases de seus amigos ou de quem estiver online, variando ainda mais as opções.

Conforme avança nos objetivos que o Underground Man te passa na cidade de Eterna, você também ganha a Digger Drill que é capaz de abrir uma caverna e criar uma base para você decorar. Quanto mais você tiver estátuas do mesmo tipo e colocá-las alinhadas, mais chances tem de capturar um Pokémon que seja compatível com o que esteja procurando. Isso ajuda bastante, principalmente por aparecerem várias criaturas que só ficam disponíveis no pós-game dos originais e com nível elevado.

Review Pokemon BDSP Imagem34
Tem Pokémon que você só encontra no pós-game que já está aqui

No fundo da caverna

Explorar as cavernas de Pokémon Brilliant Diamond e Shining Pearl são elementos originais dos remakes, quais possibilitam encontrar monstros de bolso raros andando livremente pelo local. Você pode capturá-los, usar o espaço para treinamento ou até mesmo buscar itens espalhados que te darão uma grande vantagem na história. Não há uma desvantagem ali, estando liberadas no título desde cedo.

Além disso, cada uma tem um estilo distinto e saber diferenciar entre eles é que te ajudará durante a jornada. Áreas vulcânicas, congeladas, pantanosas, com lago, desérticas e até místicas estão escondidas por toda a extensão do Grand Underground, permitindo além de tudo que citei acima, um clima de descobertas que no passado nem cogitavam a existência.

Já que falamos do passado, é inegável que estas áreas tiveram um upgrade colossal daquela época para hoje. Se Pokémon Diamond e Pearl isso era apenas um elemento interessante, nos remakes ele é um dos maiores carros-chefes e responsável pelo atraso ao zerar a trama. Não é exagero afirmar que você passará horas descobrindo e redescobrindo coisas ali, para dizer o mínimo.

Review Pokemon BDSP Imagem35
Online ou offline, tem muita coisa para se fazer no Grand Underground

Não entrando no mérito da qualidade dos jogos, quais já comentei no review dele, porém a ILCA conseguiu aquilo que a Game Freak tenta há anos: render o público em um modo online e atingindo zero críticas sobre isso. Não é a Wild Area de Galar, onde você só vê as pessoas e as interações se limitam apenas às batalhas Dynamax e pegar itens descartados. Aqui há apoio da comunidade, capturas, todos convivem no mesmo espaço de forma mais natural.

Com a recriação deste espaço, finalmente Pokémon chama atenção não apenas pelo seu conteúdo recontado, mas também por melhorar os diversos recursos do passado e torná-los aptos à nossa tecnologia. Quem sabe isso não é um indício do que veremos nos próximos remakes, quais estão apenas esperando para ressurgir com toda a sua glória na nova geração? Com Unova a seguir, um Dream World repaginado e um ambiente online propício para isso? Saberemos no futuro.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Clique para comentar
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade
0
Would love your thoughts, please comment.x