Conecte-se conosco

Artigos

Guia definitivo das melhores TVs para games de 2018

Publicado

em

guia tvs gamer 2018

Chegou a hora de atualizar o nosso artigo anual sobre recomendações sobre televisores. Para este ano, temos uma novidade, que é a inclusão também da nossa recomendação de monitor para jogar PS4 Pro e Xbox One X em 4K. Para saber mais sobre os tipos de telas (VA, IPS e OLED), HDR e entender melhor o input lag, recomendamos que você dê uma olhada no artigo do ano passado.

O critério para escolha foi o de melhor qualidade, então as TVs listadas abaixo realmente não são as mais baratas. Por isso, sugerimos dois modelos mais baratos e com preços mais em conta – um problema das TVs top de linha é que, geralmente, elas não vêm em tamanhos menores do que 49”.

Antes da lista, é bom lembrar que as TVs de 2017 ainda são boas opções. A Sony X900E chegou a ser vendida por volta dos R$ 4 mil, a Samsung Q6F (que não tem as funcionalidades da nova Q6FN, mas ainda tem imagem e input lag excelentes) saía por R$ 4,2 mil em algumas promoções, e até as IPS, da LG, que geralmente não são boas para jogar à noite porque o nível de preto é fraco (mas têm input lag excelente), estavam com bons preços em todos os tamanhos.

Os preços abaixo são apenas referências – ou seja, vale a pena ficar ligado em promoções, Black Friday, Dia do Consumidor e, de repente, cadastrar um alerta de preço em algum site tipo Buscapé.

TV Samsung Q7FN

Samsung Q7FN: sem o contraste das OLED, mas o Freesync e o input lag compensam.

As melhores:

Samsung Q7FN 55” (R$ 7.000,00): não confundir com a Q7F de 2017. A nova Q7FN melhorou tudo que dava para ser melhorado no modelo anterior, incluindo os picos de brilho em SDR e HDR, e ainda adicionou boas novidades para os jogadores, como suporte para Freesync 2 por HDMI (por enquanto, só compatível com Xbox One S e One X). O input lag continua baixíssimo – 19ms em 1080p, 16ms em 4K, 15,5ms em 4K com Freesync ativado e incríveis 6,2ms em 1080p com Freesync. O tempo de resposta de pixel está no nível da Sony X905F, então nada do blur que assola as TVs de entrada da Samsung. Há ainda a Q6FN, que tem menor pico de brilho e não possui acabamento na tela para lidar melhor com reflexos, mas pode ser uma boa opção – já a vimos na faixa dos R$ 4.800 em promoções.

Atenção: apesar de parecidas esteticamente (e pertencerem à mesma família de QLEDs), a Q7FN deste ano é bem melhor que a Q7F do ano passado. Para não ter erro, o nome completo da Q7FN é QN55Q7FNAGXZD – fique atento para não levar por engano a QN55Q7FAMGXZD, que é a de 2017.

Sony X905F 55” (R$ 6.500,00): é a sucessora da X905E, uma das TVs mais recomendadas de 2017. O painel FALD) Full Array Local Dimming, com várias zonas de iluminação diretas por trás do painel (em vez da iluminação pelas bordas das Samsung) garante um local dimming excelente, acima da média, e principalmente, uma das melhores experiências em HDR entre as todas as TVs de 2018.

Painel FALD e processamento de imagem são os destaques da X905F.

Um destaque das TVs da Sony é o processamento de imagens em movimento – não há flicker nenhum, e o tempo de resposta (o tempo que um pixel leva para fazer uma transição de uma cor para outra) é baixíssimo, sem deixar aquele motion blur desconfortável para os olhos. O input lag em 4K melhorou um pouquinho em relação ao modelo do ano passado – 24ms esse ano contra 32ms da X905E de 2017. Em 1080p, o jogou virou, com 41ms no modelo atual contra também 32ms na do ano passado. Na prática, a diferença em 4K é pouca, e se o objetivo é jogar só em 4K mesmo, quem pegar a X905F estará muito bem servido.

OLED C8 55” (R$ 8.000,00): a nova OLED da LG teve poucas mudanças em relação à B7 vendida no Brasil ano passado. O pico de brilho é bem parecido e o processamento de imagem continua na mesma – há uma nova opção de tone mapping e o modo jogo em HDR recebeu uma nova configuração que o deixou mais claro (e muita gente reclamava do modo jogo em HDR das OLED de 2017 ser meio escuro demais). Trata-se de provavelmente de uma das melhores TVs de todos os tempos, com input lag baixo (na casa dos 21ms) e contraste, volume de cor e nível de preto imbatíveis em relação a qualquer LCD.

Vale sempre lembrar que TVs de OLED são suscetíveis a burn-in e retenção temporária, mas em uso cotidiano, com conteúdo comum, a chance disso acontecer é baixíssima. Se o objetivo for jogar sempre o mesmo game, ou usar como monitor de PC, talvez seja melhor buscar outra opção. O site Rtings está fazendo um teste de longa duração com TVs de OLED, caso alguém se interesse pelo tema.

Custo-benefício:

Samsung NU7100 (R$ 2.400,00 para 40” e R$ 3.000,00 para 50”): nem só de TVs top de linha vive o mercado, e a Samsung tem na NU7100 uma opção legal para quem quer jogar em 4K em SDR sem gastar tanto. O input lag é baixíssimo (13ms), mas ela cobra o preço no tempo de resposta de 18ms, que gera um “motion blur” que pode incomodar algumas pessoas. A imagem em geral é excelente, com brilho alto e volume de cor acima da média da categoria. O único porém é o HDR: o painel não tem local dimming, e o pico de brilho, apesar de alto para SDR, ainda é baixo para conteúdos em HDR. A TV aceita e exibe sinais em HDR do PS4 Pro e Xbox One X, mas o resultado final não é muito satisfatório.

TV LG UK6510

LG série UK: o painel IPS compromete o contraste, mas o input lag compensa.

LG UK6510 (R$ 2.300,00 para 43” e R$ 2.800,00 para 50”): tem gente que torce o nariz para as TVs de LED da LG por algumas delas usarem painel IPS em vez de VA, mas se o objetivo é ter um bom custo-benefício, elas valem a pena sim: o nível de preto e o contraste não são referência mesmo, mas input lag baixíssimo (11,3ms em 4K com HDR) e o excelente sistema WebOS fazem valer o preço.

O modelo de 43″ tem painel IPS (e estrutura de pixels RGB, em vez do RGBW de alguns modelos de 2017), enquanto que a de 50″ tem painel VA – nesse, o ângulo de visão é pior, mas o contraste e nível de preto são melhores. Nos dois casos, ainda vale a recomendação por serem TVs com bom custo-benefício.

O monitor:

LG 32UD59-B (R$ 2.500): o monitor de 32 polegadas da LG é provavelmente a melhor escolha para quem vai jogar Xbox One X e quer um monitor em vez de uma TV. Ele existe em 27 polegadas também, mas a versão de 32” tem duas grandes vantagens: o painel é VA em vez de IPS, garantindo melhores contraste e nível de preto, e ele suporta Freesync 2 por HDMI – ou seja, é compatível com o Refresh Rate Variável do Xbox One X. O input lag é baixíssimo, na casa dos 10ms (e isso em 60hz – há monitores por aí que chegam a menos que isso, mas apenas com sinal nativo acima dos 120hz), e o volume de cor é acima da média para monitores. Um porém é não suportar HDR, mas de resto, o 32UD59-B é a melhor opção para consoles em 4K.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

12 comentários
Subscribe
Notify of
guest
12 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Joas Simoes
Joas Simoes
3 anos atrás

Pelo que andei vendo no HT fórum, a linha UK6510 da LG não é RGBW e sim RGB, ips no modelo de 43′ e VA no modelo de 50′

Daniel Mello
Daniel Mello
3 anos atrás
Reply to  Joas Simoes

Infelizmente a documentação oficial da LG é bem pobre e omite certos detalhes. Como a LG usa nomenclaturas diferentes em cada país, fica difícil saber exatamente quais não são RGBW, mas parece haver consenso de que a de 50”, com painel VA, é RGB. Mas como falamos, para uso geral, a estrutura de pixels RGBW é satisfatória.

Edson Ramos
Edson Ramos
3 anos atrás

Por favor, poderia tirar umas duvidas? Vou comprar uma tv na Black Friday, no geral, qual você recomendaria entre a NU7100 e a UK da LG? Comentou sobre o motion blur no modelo da Samsung, isso é perceptível? Faz a UK da LG valer mais a pena?

Henrique Berthier
3 anos atrás
Reply to  Edson Ramos

O Daniel não está podendo responder pessoalmente mas pediu pra postar por ele:

“A nu7100 vale mais a pena pq a imagem no geral é melhor. A lg compensa nos tamanhos menores (tipo 43”) porque as samsungs geralmente sao mais caras nessa faixa de tamanho. Acima de 50”, tenta dar uma esticada e pegar a samsung. Motion blur é perceptível pra quem for sensível, mas dependendo da sua tv atual, nem será perceptivel.”

gust4v8
gust4v8
3 anos atrás

a imagem da NU7100 é um lixo, escura, e tem um terrível motion blur por causa do péssimo tempo de resposta, até na loja da pra ver quando tem uma cena com movimento de pessoas muito rápido vc vê os artefatos aparecendo nas costas seguindo por onde a pessoa anda, principalmente se o fundo tiver padrões ou cores. Fora que não suporta bluetooth, o processador nem aguenta animações dos menus , sendo o único modelo com menu estático da samsung. TODA RUIM.

gust4v8
gust4v8
3 anos atrás

O tempo de transição completa do painel da Samsung UN55NU7100 é um dos piores entre os modelos analisados (24,1 ms), igualando-se ao modelo mais simples da fabricante, o UN55MU6100. enquanto algumas tem menos de 3 ms

Assim, é possível que a smart TV aqui analisada tenha maior dificuldade em evitar “borrões” de movimento, em cenas muito rápidas. Ela se torna, consequentemente, um modelo ruim para usuários que pretendem utilizar o equipamento para exibição de esportes ou jogos eletrônicos.

gust4v8
gust4v8
3 anos atrás
Reply to  Edson Ramos

a imagem da NU7100 é um lixo, escura, e tem um terrível motion blur por causa do péssimo tempo de resposta, até na loja da pra ver quando tem uma cena com movimento de pessoas muito rápido vc vê os artefatos aparecendo nas costas seguindo por onde a pessoa anda, principalmente se o fundo tiver padrões ou cores. Fora que não suporta bluetooth, o processador nem aguenta animações dos menus , sendo o único modelo com menu estático da samsung. TODA RUIM.
se vc já comprou a 7100, meus pêsames!

gust4v8
gust4v8
3 anos atrás
Reply to  Edson Ramos

O tempo de transição completa do painel da Samsung UN55NU7100 é um dos piores entre os modelos analisados (24,1 ms), igualando-se ao modelo mais simples da fabricante, o UN55MU6100.

Assim, é possível que a smart TV aqui analisada tenha maior dificuldade em evitar “borrões” de movimento, em cenas muito rápidas. Ela se torna, consequentemente, um modelo ruim para usuários que pretendem utilizar o equipamento para exibição de esportes ou jogos eletrônicos.

Denys Hrasko
Denys Hrasko
3 anos atrás

Bom dia Daniel… Sem muita delonga, tb estou de olho numa tv 4k pra comprar na Black Friday. Na sua opinião qual seria A MELHOR opção 49-50″?

Henrique Berthier
3 anos atrás
Reply to  Denys Hrasko

O Daniel não está podendo responder pessoalmente mas pediu pra postar por ele:

“Nesse tamanho e pelos preço dessa black friday, com certeza a q6fn sim.”

Denys Hrasko
Denys Hrasko
3 anos atrás

Seria a QN49Q6FNAGXZD?

Alex
Alex
3 anos atrás

Recomendar tv de 6000, 7000 mil, so pode ser piada, prefiro montar um PC, e jogar em um monitor normal!

Publicidade
12
0
Would love your thoughts, please comment.x