Conecte-se conosco

Artigos

Nuzlocke #14: Pokémon Emerald e as batalhas climáticas

Publicado

em

Pokémon

Como funciona o Nuzlocke em Pokémon?

  • Regra 1 – Apenas o primeiro Pokémon de cada local visitado pode ser capturado. Se derrotá-lo em batalha, sua chance se perdeu ali.
  • Regra 2 – Se o seu monstro de bolso chegar a 0HP, terá de descartá-lo do seu time.
  • Regra 3 – Caso a sua equipe inteira perder o combate, você recomeçará o jogo do zero

Após conquistar um Electrode em meu time de Pokémon Emerald, o próximo passo seria retornar a Mauville para atravessar o mar e chegar na Rota 119. Seria um longo caminho para Fortree e pela primeira vez no jogo eu estava sentindo confiança total em meu time. Afinal de contas, estava com algo equilibrado em mãos e até mesmo a criatura mais fraca dele, Beautifly, era capaz de fazer um grande estrago nos times adversários. Quem sabe dessa vez eu não vencesse a Elite dos 4 e o Campeão no grande final dessa história?

Enfrentando alguns treinadores no caminho e aumentando o nível dos monstrinhos, isso se mostra ainda mais sólido do que eu imaginava. Quando fiz minha primeira run de Nuzlocke, em FireRed, tudo era um grande risco e nunca senti a firmeza como dessa vez. Vamos combinar, Camerupt e o futuro Flygon são verdadeiros destruidores. Loudred, quando evoluir para Exploud, também não vai ter muita concorrência. Gyarados é uma força a ser reconhecida, assim como o Electrode.

Se o pior não acontecesse, eu me manteria firme e com uma equipe extremamente poderosa até os desafios finais. Depois do confronto contra Norman, meus temores eram dois: Juan, líder do oitavo ginásio e Wallace, o Campeão de Pokémon Emerald. Até chegar neles, não acho que encontrarei algo tão tenso e que derrube algum dos membros. Ao menos não espero. Retornando à parte importante, o gameplay, a Rota 119 é uma das mais longas do jogo e ela possui um matagal mais alto do que o comum, impedindo os jogadores de atravessarem de bicicleta.

Pokémon
É impossível atravessar a Rota 119 de bike.

Preparem-se para encrenca!

Seguindo a maior parte do caminho a pé, novas criaturas surgem no caminho e outras velhas conhecidas dessa geração. Linoone, que já fez parte da minha equipe inclusive, é abundante nessa área. Oddish também tem aos montes, qual foi o primeiro que me apareceu e tive o dever moral de capturá-lo. Apesar de ser fraco, no título anterior me ajudou bastante a chegar até o final. Ficaria na box, mas me daria segurança caso Beautifly viesse a cair. Tropius, o grande dinossauro, também surge, mas com menos frequência que os demais dessa rota.

O local também conta com treinadores diferentes do que conhecemos anteriormente, como o Pokémon Ranger. Com um time misto, estes defensores da natureza podem dar um susto se alguém chegar por ali despreparado. Além disso, vale lembrar que eles ficaram populares entre os fãs e ganharam até um jogo próprio que foi lançado no Nintendo DS. Bons tempos, diga-se de passagem.

Já próximo a Fortree, o caminho de Red é impedido pelos membros do Time Aqua. Algo estava ocorrendo no prédio próximo, o Instituto do Tempo, e cabe ao protagonista ir conferir. A temática de Pokémon Emerald, Ruby e Sapphire é como vemos os efeitos climáticos e o quanto os humanos afetam o ecossistema, partindo dessa organização o monitoramento da situação.

Nuzlocke Pokemon Emerald Imagem52
Os Pokémon Ranger ganharam um jogo próprio no Nintendo DS.

Para a sua surpresa, ou não, o local está tomado pelos criminosos. Lembrando um pouco as invasões da Equipe Rocket que já confrontamos no passado, só avancei enquanto deixava uma pilha de adversários derrotados no caminho. Os Grunts, membros comuns, nunca dão um bom desafio e isso é completamente esperado por qualquer jogador. Afinal de contas, com um time de seis monstros fortes, não tem como perder para Zubat, Golbat, Poochyena e similares.

No topo do edifício, encontro a pessoa responsável pela ação: Shelly, uma das imediatas de Archie. Óbvio que ela se irrita de ter seus planos frustrados por uma criança e afronta o jovem, com Carvanha e Mightyena em suas mãos. Se compararem ao meu time, não temos nem condições de comparar, mas peço que se atente que um Carvanha sempre representa um risco dentro dos jogos da franquia Pokémon. Sua Ability é a Rough Skin, qualquer golpe físico nele machuca o seu monstrinho também.

Pokémon
Shelly possui um Carvanha no time, trazendo risco a golpes físicos.

Vencendo a personagem e fazendo todo o Time Aqua fugir com o rabo entre as pernas, sou parabenizado pelo diretor do Instituto do Tempo e recebo o curioso Castform. Ele é uma criatura que tem seu corpo alterado dependendo das condições do tempo em batalha. Se está chovendo, ele vira do tipo Água. Ensolarado, ele muda para o tipo Fogo. Em nevasca, tipo Gelo. Seu principal movimento, o Weather Ball, também acompanha essas condições e torna ele em um trunfo nas batalhas.

Porém, vamos nos recordar que o desafio Nuzlocke impede os jogadores de manterem Pokémon que são dados de forma arbitrária assim. Desta forma só me restou pegá-lo e jogar o pequeno na box, tentando seguir viagem a partir dali. Ao menos o item que ele chega acompanhado, Mystic Water, seria utilizado em meu Gyarados. Na sequência dos eventos, me aparece May novamente antes de chegar até Fortree. Pois é, ela não desiste…

Da mesma forma que eu subestimava Green em Pokémon FireRed, May não representava uma ameaça daquelas durante o gameplay comum. Seu time, além de estar com o nível abaixo do meu, a formação que eu mantinha permitia contra-atacar qualquer um dos monstros apresentados pela jovem. Nem mesmo o seu principal, Marshtomp, resistiu em combate.

Nuzlocke Pokemon Emerald Imagem55
Marshtomp, o principal Pokémon de May, não resistiu ao Beautifly.

O sexto ginásio de Pokémon Emerald

Finalmente conseguindo abrir caminho, eu chego em Fortree para conquistar a sexta insígnia do título. A cidade tem esse nome por todas as casas ficarem em cima das árvores, o que contribui ainda mais com a minha afirmação prévia de que a equipe da Game Freak tentou ao máximo usar a criatividade nessa produção. Você pode gostar até mais dos outros games da franquia, mas temos de concordar que o ápice do design dos cenários foi por aqui.

A cidade é simples e não tem muitas coisas para serem exploradas além das residências e da loja especializada em Bases Secretas. Fugindo um pouco da propaganda, mas precisando falar, aqui tem tudo o que você precisa para decorar o lugar que criou. Mesas, cadeiras, bonecos entre vários outros itens podem ser encontrados e adquiridos por ali. Apesar disso, não se precipite muito e vá depois de suprir seu estoque de itens de cura, pois há combates importantes que não podem nem devem ser ignorados. Vai por mim.

Indo em direção ao ginásio oficial de Fortree, algo impede meu caminho. Porém, está invisível aos olhos. Mais uma vez o meu caminho é bloqueado e sigo para a Rota 120, que dá sequência após a cidade para ver se tem alguma forma de abrir o trajeto. O primeiro Pokémon que vi por lá foi Marill, qual sou bastante apegado desde o seu surgimento, na segunda geração. Não vou trocar meu Gyarados, mas já sei que se algo ocorrer com o dragão, seu substituto também está certo.

Pokémon
Fortree é uma cidade onde as casas estão em cima das árvores.

Se você tiver um pouco mais de sorte do que eu, poderá encontrar também o poderoso Absol escondido na grama. Nem preciso dizer o quanto isso seria uma opção extremamente mais viável, mas como não foi o meu caso só aproveitei a experiência que os combates contra ele oferecem. Outra dica valiosa do Desafio Nuzlocke: NUNCA perca a oportunidade de treinar quando ver uma.

Além dos treinadores comuns, também reencontro a repórter e o câmera que estavam no início da Rota 118. Com um Loudred e um Magnemite em mãos, derrotei eles e o meu próprio Loudred subiu ao nível 40. Com isso, o próximo passo do time estava completo, com o Pokémon evoluindo para a poderosa caixa de som conhecida como Exploud. Agora só faltava o Flygon para ser imbatível em meu objetivo.

Na mesma Rota 120 também cruzo novamente o caminho com Steven Stone, que me dá o item Devon Scope, capaz de ver coisas invisíveis que bloqueiam a passagem. Aquilo que me impedia de atravessar era Kecleon, outro monstrinho interessante dessa geração. O camaleão tinha seu tipo alterado pelo mesmo do golpe que o atingiu pela última vez. Pode parecer simples, mas se o adversário não tomar cuidado vai ter um pouco de dor de cabeça nos confrontos.

Nuzlocke Pokemon Emerald Imagem58 1
Loudred evoluiu para Exploud, trazendo outra potência à equipe.

VS Winona

Voltando a Fortree e agora com o item, abro caminho pelo Kecleon que estava atrapalhando minha chegada até a sexta insígnia e entro no ginásio. Especializado em Pokémon voadores, Electrode era o destaque do meu time para não ter muito trabalho. Enfrentando todos os treinadores possíveis, finalmente me deparo frente a frente com Winona, defensora do lugar. Eu sabia que, mesmo com um monstro elétrico nas mãos, podia ser surpreendido e estar preparado para isso que me salvou.

Swablu e Pelliper não me deram o menor problema, mas Skarmory quase derrubou a esfera de energia que carrego comigo. Fui obrigado a contar mais uma vez com Camerupt, que derrubou ele e o próximo oponente, Tropius. Por fim, Altaria surgiu e finalizei o combate com Vibrava e Electrode, utilizando a estratégia de que um dragão mais veloz do que o dela me daria a vitória e o golpe final elétrico dando a cartada necessária para garantir que ninguém tivesse de abandonar o time. Não me desapontando, venci o combate e faturei a insígnia da Pena, a sexta das oito disponíveis no game.

Pokémon
Winona não resistiu ao combo de meus Pokémon.

Agora só me restariam dois grandes desafios no game, além do confronto final contra os times Aqua e Magma. O próximo ginásio que me aguardava era em Mossdeep, onde me aguardavam os gêmeos Tate & Liza, uma das únicas batalhas em dupla do gênero de toda a franquia. Especialistas no tipo Psíquico, poderia ser um baita desafio se considerarmos que só tenho Beautifly com certa vantagem contra eles. Se levar em conta que um Alakazam que derrubou meu time inteiro em FireRed também, já dá para ver que não me agrada muito essa batalha.

Seguindo ao grande final, ao menos eu sei que posso contar com um time poderoso em mãos e que não me decepcionou quando mais precisei. Mesmo sem um Blaziken na equipe ou um Absol, Zangoose e outras potências de Pokémon Emerald, não havia muitas razões a temer. Mesmo Solrock e Lunatune não resistiriam ao poder que carrego e não teria muitos problemas contra eles. Ou será que estou enganado sobre isso?

trainercard RED 5
Continua…

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Clique para comentar
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade
0
Would love your thoughts, please comment.x