Conecte-se conosco

Notícias

CD Projekt faz reunião de emergência com investidores e o Ki-Suco ferve

Publicado

em

CD Projekt teve que se explicar para seus acionistas

Uma hora, a fatura chega. A produtora e desenvolvedora CD Projekt já teve que se explicar com os jogadores sobre as falhas maciças de Cyberpunk 2077. Hoje, chegou a vez da empresa prestar contas aos investidores em uma tensa reunião de emergência.

A transcrição da conferência está online (PDF) e revela muito sobre os planos da produtora para o futuro do RPG. Entretanto, esse também foi um momento de calçar as sandálias da humildade. De acordo com Adam Kiciński (um dos fundadores da produtora), o time estava “muito focado em lançar o jogo”. Ele acrescentou: “nós subestimamos a escala e a complexidade das questões, ignoramos os sinais sobre a necessidade de tempo adicional para refinar o jogo nos consoles básicos de última geração. Foi a abordagem errada”.

O executivo da CD Projekt declarou que o lançamento equivocado provocou uma perda de confiança do consumidor em relação à empresa e afetou uma reputação que levou anos para ser construída. Daí pra frente, os acionistas começaram a sabatina, sem medo de colocar o dedo na ferida.

Foi questionado se o problema de Cyberpunk 2077 seria falta de um número significativo de desenvolvedores, se mais profissionais teriam resolvido, ou se tudo não passou de uma questão de administração de recursos. Aparentemente, aumentar o volume de gente trabalhando no jogo não teria evitado o desastre de performance na geração anterior de consoles ou os bugs encontrados.

Outro investidor da CD Projekt, dono de um PlayStation 4, quis saber se as atualizações que virão produzirão uma experiência aceitável. A resposta pode frustrar muitos jogadores: “se você espera que o jogo seja igual a, digamos, consoles da nova geração ou PC em termos de desempenho, isso definitivamente não vai acontecer”. O executivo da produtora explica, entretanto, que Cyberpunk 2077 será melhorado nas plataformas antigas.

Apesar do climão, Adam Kiciński desta vez bateu o pé e se posicionou ao lado dos profissionais da empresa. Ele garantiu que os feriados serão preservados. De acordo com o fundador da produtora, “as pessoas estão cansadas e – independentemente da situação e independentemente dos patches, não vamos simplesmente continuar trabalhando como antes; nosso pessoal precisa descansar um pouco”.

Em outro questionamento, foi enfatizado se não teria sido melhor lançar Cyberpunk 2077 somente como um título da nova geração e dos PCs, deixando de fora o PlayStation 4 e o Xbox One. A resposta é que, teoricamente, “sim”. Entretanto, o jogo foi desenvolvido pela CD Projekt como um produto da geração passada, que inicialmente iria se beneficiar dos recursos da nova geração. A produtora prometeu uma atualização gratuita exclusiva para PlayStation 5 e Xbox Series X|S, mas ele foi criado desde o início pensando nos consoles anteriores.

No mais, a CD Projekt reiterou seu compromisso de entregar correções de bugs de Cyberpunk 2077 nos próximos dois meses, desde problemas gráficos, passando por performance e incluindo o funcionamento da Inteligência Artificial dos NPCs.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

1 comentário
Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Barba Roza
Barba Roza
1 ano atrás

Na verdade eu me preocupo mais com o conteúdo não entregue, do que os bugs.

Publicidade
1
0
Would love your thoughts, please comment.x