Conecte-se conosco

Notícias

Diretor de Holocausto Canibal vai fazer continuação em forma de jogo

Publicado

em

Ruggero Deodato, o controverso diretor italiano responsável por “Cannibal Holocaust” (ou “Holocausto Canibal”, aqui no Brasil), está de volta ao universo que o consagrou, desta vez com um jogo. Cannibal irá funcionar como a continuação do filme de 1980 e deverá estar disponível em novembro desse ano, para Switch, PlayStation 4, Xbox One, PC e dispositivos móveis.

“Cannibal Holocaust” chocou público e crítica quando foi lançado, devido a sua extrema violência gráfica. A história funcionava como um falso documentário gravado por quatro cineastas que teriam desaparecido ao entrar em contato com selvagens tribos antropófagas na América do Sul. Suas gravações, que supostamente retratariam as torturas e mutilações impostas por seus captores, reviraram o estômago da audiência e o filme chegou a ser banido em vários países. Por conta de sua inventividade, Deodato é considerado um dos pais do gênero “found footage” e teria influenciado gerações de diretores.

De uma forma completamente inesperada, o diretor italiano agora está trabalhando na sequência, que será uma aventura gráfica de horror interativa, desenvolvida e distribuída pela Fantastico Studio. A desenvolvedora fez o convite a Deodato para comandar Cannibal, assumindo o papel de diretor e roteirista da nova aventura. As artes do jogo serão realizadas por Solo Macello, mais conhecido por diversas capas de álbuns de metal pesado.

A ideia de Cannibal é colocar o jogador no controle de diferentes personagens, desta vez envolvidos na busca por selvagens habitantes das florestas virgens de Bornéo. O resultado desse encontro, obviamente, não será nada agradável para os participantes.

[miptheme_quote author=”Ruggero Deodato” style=”text-center”]Conhecer os caras do Fantastico Studio me ofereceu a oportunidade de voltar a essas atmosferas, a esses temas, mas tentar algo novo: contaminar meu mundo com a linguagem dos videogames é um novo desafio, tornar a história interativa abre muitas novas possibilidades e espero que também ajudará a aproximar os jovens do meu universo narrativo.[/miptheme_quote]

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Clique para comentar
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade
0
Would love your thoughts, please comment.x