Conecte-se conosco

Notícias

Indie brasileiro Deathbound tem demo disponível por tempo limitado

Publicado

em

Qualquer jogador de computador ao redor do mundo pode se inscrever gratuitamente na plataforma G.Round, onde uma versão alfa de Deathbound estará disponível até dia 16 de fevereiro.

No site, voltado para games independentes em desenvolvimento, jogadores ganham G.Points – uma moeda feita para a loja da plataforma – em troca de testar os jogos, responder formulários e fornecer feedback sobre suas jogatinas. Esse contato antecipado com o público é uma oportunidade valiosa de aperfeiçoamento para desenvolvedoras independentes, como a empresa carioca Trialforge Studio, criadora de Deathbound.

Seu jogo, embora já tenha conquistado dois grandes prêmios na última edição do festival SBGames (Melhor Jogo em júri técnico e voto popular), ainda está sendo realizado e segue na saga para se tornar uma referência no cenário nacional de desenvolvimento de jogos.

Ítalo Nievinski, um dos criadores da Trialforge, ressalta sua empolgação com o fato de Deathbound ter sido selecionado para compor o acervo inaugural da G.Round: “Além de ser uma excelente forma de testar e descobrir como melhorar a experiência para os jogadores, aprendemos que nosso jogo tem despertado o olhar de um público internacional.”

As próximas quatro semanas podem ser a única chance de jogar Deathbound esse ano: os desenvolvedores do RPG de ação estimam seu lançamento para 2022. Carinhosamente apelidado de “Darksouls brasileiro” pelas pessoas que testaram versões anteriores em eventos e feiras de jogos, a Deathbound tem sua história situada em um mundo de fantasia distópica onde Idade Média e alta tecnologia se misturam. O jogador assume a pele (ou melhor, a alma) do Prisioneiro das Mil Faces, uma criatura que absorve a Essência de guerreiros mortos e adquire a capacidade de se transformar neles. Podendo moldar seu próprio “esquadrão de um corpo só”, o jogador deve abrir caminho por uma cidade sitiada e infestada de criaturas sanguinolentas, em busca de encontrar seus criadores antes que eles sejam executados pela hegemônica Igreja da Morte.

O jogo, que já se encontra no Steam para ser adicionado à wishlist, promete ser uma experiência imersiva e focada no desafio extremo – daí a comparação com Darksouls, conhecido por sua dificuldade. Deathbound e outros games em desenvolvimento aguardam seus testers na plataforma G.Round, que promete incluir novos jogos no seu acervo semanalmente.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Clique para comentar
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade
0
Would love your thoughts, please comment.x