Conecte-se conosco

Notícias

Juiz bate o martelo contra Apple, mas Fortnite segue banido

Publicado

em

Fortnite

A justiça norte-americana deu uma pequena vitória para a Epic Games na guerra contra a Apple. Porém, não comemore ainda: essa decisão não significa o fim da luta para os jogadores de Fortnite.

A juíza Yvonne Gonzalez Roger aceitou o pedido da ordem de restrição recomendada pela produtora e desenvolvedora de jogos. Desta forma, a Apple não pode, em hipótese alguma, bloquear a conta de desenvolvimento da Epic Games. Ela também não pode impedir o acesso da Unreal Engine às ferramentas de desenvolvimento para iOS e MacOS.

O plano original da Apple era uma retaliação relacionada a Fortnite e as decisões tomadas pela Epic Games que azedaram a relação entre as duas empresas. Essas medidas entrariam em vigor a partir de 28 de agosto e a ameaça trouxe até a Microsoft para a treta. Porém, a Epic Games argumenta que o bloqueio da Apple seria prejudicial e injusto, uma vez que o processo entre os gigantes só será julgado em abril de 2021.

Quem esperava uma solução rápida para a situação de Fortnite, vai seguir chupando o dedo. Ainda que tenha sido impedida de boicotar a Epic Games, não há nada na decisão judicial que obrigue a a Apple a aceitar de volta o battle royale em sua loja virtual.

O argumento da Apple no caso é que a empresa está de portas abertas para o jogo. Porém, é necessário que a Epic Games reverta o sistema de pagamento que viola as regras da App Store. Na visão da justiça, a remoção de Fortnite é consequência da decisão da própria produtora e estaria caracterizada como um prejuízo auto-infligido.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

1 comentário
Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Luiz Paulo
Luiz Paulo
1 ano atrás

Vou no supermercado pra repor o estoque de pipoca.

Publicidade
1
0
Would love your thoughts, please comment.x