Conecte-se conosco

Notícias

Skull & Bones voltou pro estaleiro e pode ser um jogo como serviço

Publicado

em

skull and bones

A novela em que se transformou o desenvolvimento de Skull & Bones parece ter ganhado um novo capítulo. Relatos dos bastidores dão conta de que a produtora Ubisoft recomeçou o jogo do zero e quer transformar projeto em um jogo como serviço, nos moldes de Sea of Thieves, Destiny ou o mal-fadado Anthem.

Quem lembra? A primeira aparição do jogo de piratas foi cercada de pompa e circunstância durante a E3 de 2017, com previsão de lançamento para o ano seguinte. Os anos se passaram, o título chegou a ganhar a promessa de uma série de TV antes do lançamento, mas sumiu completamente do radar logo depois. O evento Ubisoft Forward veio e passou e Skull & Bones não foi sequer mencionado.

De acordo com informações de fontes anônimas ligadas ao seu desenvolvimento, o projeto estava enfrentando dificuldades para se destacar em meio a outros títulos de mundo aberto da produtora, como Assassin’s Creed, Far Cry ou mesmo Watch Dogs. A solução encontrada seria reverter a produção para que o jogo vire um “game as service”, um mundo vivo com atualizações constantes e mudanças persistentes.

O modelo a ser adotado por Skull & Bones seria ainda mais profundo do que o já visto em The Division 2, cujo conteúdo permanece inalterado apesar das ações dos jogadores. Desta forma, a produtora estaria perseguindo uma experiência cooperativa no mundo pirata, em que decisões e ações dos jogadores teriam efeitos duradouros em uma história em constante evolução.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Clique para comentar
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade
0
Would love your thoughts, please comment.x