Conecte-se conosco

Notícias

Valorant: saiba tudo sobre o FPS da Riot Games

Publicado

em

Em comemoração aos 10 anos do lançamento de League of Legends, em outubro de 2019, a Riot Games anunciou diversos novos produtos no universo do game. Versões mobile de seu MOBA, de TFT, o jogo de cartas Legends of Runeterra e até um jogo de luta foram prometidos pela desenvolvedora.

Entre eles, está o Project A, o jogo de tiro da Riot. Com alguns rumores circulando na última semana, com personagens, capturas de tela e até o nome oficial do game, a desenvolvedora revelou Valorant para o público amante de FPS e do universo de LoL. O título é uma referência a uma das regiões de Runeterra.

O jogo de tiro tático será 5v5 e grátis para PC, contando com novos personagens, cada um com histórias que serão ampliadas no futuro, segundo reportagem do START. O visual do jogo lembra Team Fortress 2 e Overwatch, graças a sua arte cartunesca. Ainda segundo a apuração do START, a equipe de desenvolvimento do game teve a presença de ex-pro player de CS:GO e profissionais que trabalharam em Halo.

Os personagens de Valorant terão, além de armas comuns, habilidades mágicas e poderes especiais, assemelhando-se às táticas usadas em Overwatch. O cenários disponíveis para testes dos jornalistas que foram a Los Angeles são Bind e Haven, com diversas passagens secretas e rotas que incentivam a troca de tiros. A cada começo de round, é possível comprar novas armas, mas o personagem escolhido se mantém até o final. Ao todo, serão 24 rounds em jogo, com troca de lado no 12º. Quem ganhar 13 primeiro vence.

Até o momento, 8 personagens com diferentes habilidades compõem o elenco do FPS. Phoenix, do Reino Unido, pode fazer paredes e bolas de fogo; Jett, da Coreia do Sul, se destaca por suas lâminas e característica ninja; Viper, EUA, possui a habilidade de lançar ácidos, gás e nuvens de veneno contra os inimigos; Sova, da Rússia, pode localizar inimigos já atingidos pelo mapa (tecnologia parecida com de R6); Cypher, do Marrocos, é para os jogadores stealth e pode usar câmeras de vigilância e roubar informações de inimigos abatidos; Sage, da China, é suporte, podendo curar e até reviver os companheiros, Brimstome, dos EUA, é um militar com foco em dano de grande área, usando granadas e nuvens de fumaça; Omen, sem origem conhecida, se teleporta pelo mapa e pode se disfarçar.

Em entrevista ao START, Trevor “Classick” Romkeski, Game Designer em Valorant, afirmou que “em Overwatch existe mais ação, coisas acontecendo, com uma letalidade menor. Você tem uma série de confrontos durante uma luta. Valorant vai ser mais tático. Você precisa pensar no que vai fazer na luta antes de entrar nela”.

Os mapas possuem diferenças entre si. Em Bind, há pontos de teleporte para que os jogadores viagem mais pelo mapa. Já Haven conta com um ponto C para plantio de bomba, diferente de Counter Strike e Rainbow Six Siege, que possuem A e B. As características dos cenários incentivam ainda mais o uso de diferentes estratégias no FPS.

Além das diversas novidades, a Riot Games revelou também  as especificações de seu jogo de tiro tático.

Recomendações de hardware:

  • Sistema Operacional: Windows 7/8/10 64-bit
  • Memória RAM: 4GBMemória de vídeo: 1GB

Requisitos Mínimos (30 frames por segundo):

  • Processador/CPU: Intel i3-370M
  • Placa Gráfica/GPU: Intel HD 3000

Recomendados (60 frames por segundo):

  • Processador/CPU: Intel i3-4150
  • Placa Gráfica/GPU: GeForce GT 730

Configuração “High End” (144+ frames por segundo):

  • Processador/CPU: Intel Core i5-4460 3.2GHz
  • Placa Gráfica/GPU: GTX 1050 Ti

Valorant tem seu lançamento previsto para o primeiro semestre de 2020 e, segundo o TechTudo, haverá um servidor brasileiro, em São Paulo, assim como o de LoL. Para mais informações, acesse o site oficial do game.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Clique para comentar
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x