Conecte-se conosco

Reviews

Review – Asterix & Obelix XXL 3: The Crystal Menhir

Publicado

em

Imagem do jogo Asterix & Obelix XXL 3: The Crystal Menhir

Já se passaram 14 anos desde a última entrada dos gauleses mais famosos dos quadrinhos no mundo dos games. Assim sendo, Asterix & Obelix resolveram voltar ao mundo dos jogos eletrônicos com Asterix & Obelix XXL 3: The Crystal Menhir, uma entrada bem diferente da série. Com gameplay totalmente diferenciado, este novo jogo é um oasis para os fãs da série, mas não tão refrescante quanto esperavam.

The Crystal Menhir teve uma recepção mista. Alguns consideraram uma brisa refrescante de novidade para a série XXL, mas outros consideraram a mesma um tanto quanto inusitada demais.

Cuidado! Lá vem os gauleses

Com uma trama semelhante a dos quadrinhos que os tornaram tão famosos, Asterix & Obelix XXL 3: The Crystal Menhir conta como a intrépida dupla de heróis ajudam Panoramix a resgatar sua amiga Avinda, a criadora do poderoso Cristal Menhir, uma arma capaz de controlar elementos e criada para proteger a ilha de Thule de invasores romanos. No entanto, ao ver o quão poderosa a arma poderia se tornar nas mãos erradas, o item foi separado.

Imagem do review de Asterix & Obelix
Esse dai é esperto mesmo, deixando o elmo de metal pra fora para evitar raios.

Panoramix ficou com o menir, mas os cristais que garantiam os poderes à ele foram separados pelas ilhas de Gália, Thule, Tiro, Creta e Roma. Navegando com Ekonomikrisis, o navegador Fenício, a dupla vai dar dor de cabeça novamente para os romanos. Desta vez, quem puxa as cordas é Marcus Ginantonicus, um subordinado de Caius Bonus, um dos mais antigos inimigos da dupla depois do próprio Cesar.

Desta maneira, Asterix, Obelix e Ideiafix, o fiel cãozinho da dupla, seguirão em direção a boca da fera que é o Império Romano. Asterix, munido da poderosa poção de Panoramix, e Obelix, levando o Menir mágico, estão prontos para fazer os romanos fugirem para longe. Ou, na pior das hipóteses, fazê-los voarem tão longe e com tanta força que apenas suas sandálias ficarão para lembrar os outros do destino que os aguarda contra os heróis.

Posso tomar apenas um pouco da poção desta vez?

Desta vez os fãs vão ter que se acostumar com um novo formato de gameplay. Ao invés da já conhecida e costumeira câmera em terceira pessoa, temos uma visão “top down”, o que pode pegar alguns jogadores de surpresa. Mas as mudanças não acabam por aqui. Em Asterix & Obelix XXL 3: The Crystal Menhir, os jogadores não poderão nem usar o pulo duplo ou nadar, algo presente nos títulos anteriores, incluindo Asterix at the Olympic Games.

Imagem do review de Asterix & Obelix
Gelo, fogo, magnetismo e, claro, a possibilidade de bater diretamente.

Tudo isso acabou se traduzindo em uma versão bem inferior em relação aos outros jogos. Perto de XXL e XXL 2, esta nova aventura dos gauleses é realmente muito maçante e repetitiva. O jogo foca em determinados segmentos de plataforma, além de puzzles bem medíocres. O jogo acabou se tornando mais uma tarefa do que algo realmente divertido e engajante como deveria ser.

Acredito que o grande problema que Asterix & Obelix XXL 3: The Crystal Menhir enfrenta é que ele não transmite a mesma sensação dos títulos anteriores. Aqui o combate não possui peso, não há aquela sensação de que o golpe conectou, por assim dizer. Enquanto isso, temos os outros jogos da série trazendo combates bem mais divertidos, além de nos dar uma ideia maior da força bruta de Obelix ou de Asterix após beber a poção.

Imagem do review de Asterix & Obelix
Usando as habilidades adquiridas ao longo de anos de Stealth.

Vitória romana

Ainda focando nos problemas relacionados a conteúdo do jogo, devo citar os puzzles. No começo o máximo que fazemos é puxar algumas alavancas nas bases romanas afim de abrir os portões. Mas quando em posse do menir e seus cristais, a grande diferença está que agora alguns puzzles necessitam de determinados elementos para serem completados. Nada muito original ou que coloque a cachola para dar aquela boa pensada.

O jogo pouco faz também para trazer mais do mundo e conteúdo anterior da série para ele. Temos uma piada aqui e ali sobre algum trecho ou acontecimento antigo tanto dos filmes quanto outras mídias. Nem mesmo chefões inspirados em antigos personagens estão presentes aqui. Além disso, Asterix e Obelix vivem repetindo frases, como “Goody, Goody Roman”, ou “I smell…Boar”. No começo é engraçado e realmente traz a tona as características do personagens, mas logo fica cansativo.

Imagem do jogo Asterix & Obelix XXL 3: The Crystal Menhir
Hora de ver se acompanhado, o jogo fica mais divertido.

Infelizmente, não foi desta vez que os gauleses vieram para sacudir o mundo dos games. Além do gameplay repetitivo, a história acaba perdendo muito da emoção durante a campanha. Porém, nem tudo está perdido: o visual do jogo é bem legal, trazendo uma mistura do estilo de arte dos quadrinhos com o filme Asterix e o Segredo da Poção Mágica. Mesmo com um co-op local, o jogo não consegue se manter divertido. Admito que poder combinar os ataques ágeis de Asterix com os poderes avassaladores do menir é incrível.

Mas, por hora, a melhor maneira de se divertir com os gauleses mais famosos dos quadrinhos é através dos jogos antigos, quadrinhos ou filmes.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Prós

  • Gráficos convidativos e nostálgicos
  • História fiel a dos quadrinhos
  • Humor característico da série

Contras

  • Gameplay repetitivo
  • Combate nada divertido
  • Sessões de plataforma mal executadas
  • Não prende o jogador
Clique para comentar
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade
0
Would love your thoughts, please comment.x