Conecte-se conosco

Reviews

Review – Battlefield 4

Publicado

em

bf4 bg

Battlefield 4 chega trazendo melhorias significativas para a franquia de sucesso da DICE. Não chega a ser um game totalmente novo, mas tais melhorias fazem muita diferença naquilo que o jogo tem de melhor: os combates online. Com engine nova, a Frostbite 3, o game está ainda mais bonito e com efeitos visuais inéditos no gênero. Mas nem tudo é perfeito nesta sequência, que saiu precocemente apenas para aproveitar a transição para a nova geração.

Com apenas 2 anos de produção entre BF3 e BF4, o que poderia mudar? Graficamente o game evoluiu em apenas dois pontos: animação dos personagens e efeitos visuais. Os personagens são mais realistas, com rostos detalhados e um ótimo trabalho de captura de movimentos. Quanto aos efeitos me refiro à iluminação, física (destruição) e partículas (poeira, detritos, fumaça, faíscas, etc.). Estas melhorias, entre outras menores, deixaram o game visualmente mais crível e impactante.

Graças à Frostbite 3 agora podemos vivenciar batalhas com maior destruição, ver um prédio cair, pular por ondas gigantescas no mar, presenciar mudanças climáticas, entre outras experiências inéditas. Porém estas experiências são mais divertidas no multiplayer, já que a campanha é um corredor de acontecimentos dramáticos pré-programados.

bf4_2

A campanha não é tão linear quanto um Call of Duty da vida, oferecendo vários caminhos e formas diferentes de eliminar os inimigos, mas não deixa de ser um “corredor mais largo”. Comparando BF4 com BF3, houve uma queda significativa na qualidade do roteiro. Lembra daquele vídeo da E3 no porta-aviões, com o navio tombando e os aviões caindo no mar? Na prática esta parte da campanha não é tão impactante quanto parece. Nem mesmo a abertura do game empolga mais que a correria no metrô em BF3.

A trama coloca a China contra os Estados Unidos, em uma manobra política envolvendo o assassinato de Jin Jié, um candidato à presidência chinesa com boas intenções. Em meio à guerra civil desencadeada pela falsa acusação de envolvimento do governo americano no assassinato, a equipe Lápide – você (Recker), Irish, Hannah e Pac – seguem ordens do Capitão Garrison para evitar os planos militares do vilão da história, o Almirante Chang. Clichês à parte, a campanha pelo menos segue uma ordem cronológica, evitando aquele ritmo confuso do game anterior.

O modo solo também serve para se acostumar com algumas novidades na jogabilidade, como o contra-ataque de faca e o comando de líder da equipe. Com este comando você marca os inimigos para que seus aliados ataquem, oferecendo oportunidades como avançar de um ponto a outro sem tomar tiros. Há também armas inéditas para experimentar, que são liberadas conforme você faz pontos e conquista as medalhas (bronze, prata e ouro). Por último temos as armas colecionáveis e as dog tags, que ao serem encontradas são transferidas para uso no multiplayer.

bf4_1

A tradução e dublagem ficaram excelentes, feitas pela Maximal Studio envolvendo atores famosos como André Ramiro (Irish) e Dan Stulbach (Pac). E não me refiro apenas aos personagens da campanha mas também ao multiplayer, recheado de frases (e palavrões) muito bem adaptadas para a nossa língua.

As mesmas quatro classes de BF3 continuam aqui, porém com mudanças importantes para equilibrar as partidas. A classe Recon (sniper), por exemplo, ficou mais rápida e ágil, tendo à sua disposição um pacote de carabinas, C4/Calymores, e sensor de movimento. Os rifles foram todos rebalanceados e os acessórios MAV, T-UGS e Radio Beacon permanecem presentes. Os cinco modos de BF3 (e suas variantes) também continuam presentes, agora com mais dois novos: Obliteration e Defuse.

BF4 foi lançado com 10 mapas adaptados das missões da campanha. A novidade aqui fica por conta do Levolution, que oferece algum tipo de vantagem no controle do mapa. No mapa Flood Zone você pode destruir uma represa e inundar o cenário todo, forçando o time adversário a usar botes ou nadar por boa parte do mapa. Em Golmud Railway, você pode utilizar um trem como ponto de controle para dominar outros territórios. Paracel Storm oferece uma mudança climática incrível, com chuva pesada, ventania, trovoadas e ondas gigantescas. Como um último exemplo, talvez o mais popular, no mapa Siege of Shanghai você pode derrubar um arranha-céu.

bf4_3

A evolução do jogador continua no mesmo esquema, com uma Battlelog melhorada na versão de PC. Por outro lado quem comprou BF4 para curtir o visual next-gen em um PC poderoso (meu caso) está sofrendo com bugs e servidores instáveis. A DICE já informou a comunidade que está trabalhando em patchs para corrigir os problemas mas, até o momento que escrevo esta análise, a coisa anda preta. É som que fica mudo e não volta, travadas constantes, servidores que caem o tempo todo… Achar servidores brasileiros estáveis, seja no modo Normal ou Hardcore, é um verdadeiro desafio de paciência. Pior ainda é estar se divertindo em uma partida, cair e perder todo o seu progresso – que infelizmente não é salvo enquanto você joga, como em Call of Duty. Nos consoles, a jogatina anda mais estável e sem dores de cabeça com servidores lotados.

Concluindo, Battlefield 4 vale muito pela inigualável experiência de combate online. O visual impressiona no PC mas deixa a desejar nos consoles. Portanto se você comprou o jogo para a atual geração, não se preocupe. A EA garantiu que o game de PS3 ou Xbox 360 pode ser trocado pela versão de PS4 ou Xbox One pagando uma diferença de até R$ 30. Aqueles que comprarem o game para PS3 ou PS4 terão direito ao game digital para resgatar na PSN. Não deixe de adquirir também a assinatura Premium, que custa R$ 99,90 e oferecerá todas as cinco expansões e acesso antecipado à cada atualização.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Prós

  • O visual impressiona bastante
  • Mapas multilplayer com mudanças de terreno
  • Muitas novidades no combate online
  • Armas e veículos inéditos

Contras

  • A trama da campanha é muito fraca
  • Bugs e servidores instáveis (PC)
  • Trilha sonora insossa
Clique para comentar
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x