Conecte-se conosco

Reviews

Review – Brawlout

Publicado

em

brawlout bg

Se você ansiava por um jogo no estilo Super Smash Bros. para jogar no PC ou em outros consoles, eis uma boa dica. Brawlout pega todas as referências do clássico game de luta da Nintendo e adapta para um universo, digamos, mais animalesco. São seis bichos que manjam de porradaria, cada um com seu próprio estilo de luta. Em fase de Acesso Antecipado no Steam, o jogo da desenvolvedora indie romena Angry Mob tem chão pra ficar pronto, mas já oferece um gostinho do que está por vir.

Treta no mundo animal

Brawlout não possui história. Ainda. O menu do jogo até apresenta uma opção para jogar a Campanha, mas que por hora está desligada. Outros modos como Sobrevivência, Desafios e até mesmo o Tutorial também estão desligados. Apenas o modo Versus está disponível no momento, tanto local quanto online (para até 4 jogadores).

brawlout 01
Apenas seis lutadores, mas dá pro gasto.

Seguindo a fórmula de Super Smash Bros., quatro jogadores batalham em cenários limitados e com barras de porcentagem de dano. Quanto mais bordoada tomar maior a chance de levar uma raquetada pra fora do cenário, ao mesmo tempo que fica mais forte contra os adversários. Em termos de jogabilidade, é tudo igual: você corre, pula, tem pulo duplo, um golpe fraco, outro forte, um golpe carregado e a esquiva. Cada personagem possui também seus próprios golpes especiais, geralmente disparados com meia lua.

São seis personagens disponíveis e há mais três para entrar até o lançamento oficial, incluindo Xbox One e PlayStation 4. Cada lutador é um bicho diferente, como o macaco King Apu, o sapo Paco e o falcão Chief Feathers. Os demais personagens são Sephi’ra, Volt e Olaf Tyson. A diferença entre eles fica evidente na velocidade e tipos de golpes. King Apu, por exemplo, usa uma corrente à lá Kratos pra agarrar e bater à distância nos adversários. Olaf Tyson, por sua vez, é pesado e dispara magias de gelo. E assim por diante…

brawlout 02
Não é o Blanka, mas dá choquinho também.

Nas primeiras partidas, é comum se perder nos comandos mesmo com sua simplicidade. Leva um tempo para se acostumar com as diferenças entre os lutadores e definir o seu favorito. O que mais gostei certamente foi Chief Feathers, que lembra muito o Fox McCloud (StarFox). Além de rápido, seus golpes são bem apelões. Ao escolher o personagem na tela inicial, é possível também mudar sua cor, escolher o cenário (apenas cinco) e a dificuldade do oponente (se for jogar contra CPU). A Inteligência Artificial do computador é boa o suficiente para oferecer um bom desafio. Mas claro que ao jogar contra oponentes reais localmente ou online, seja no modo rápido ou rankeado, a coisa fica muito mais divertida.

O gostinho da derrota

Esse título, infelizmente, representa uma grande frustração durante minha jogatina. Brawlout sofre de um certo desbancamento entre os personagens, sendo fácil tomar uma surra e perder suas três vidas em 2 minutos (ou menos), mesmo no 1 x 1. Dominando ou não o personagem escolhido, é comum a partida virar contra você muito rápido, mesmo não havendo power-ups. Os cenários sofrem modificações que, de início, irão te pegar desprevenido. Você está lá, indo super bem na luta, e o chão cede fazendo você perder o tempo do pulo duplo e caindo do cenário.

brawlout 00
Com quatro lutadores, a bagunça é garantida.

Ok, todos os jogos da série Super Smash Bros. também possuem sua pitada de injustiça, mas a quantidade de personagens e estilos diferentes ajudam a reduzir essa frustração. No online, o problema é outro: a conexão. Há um servidor dedicado para os jogadores da América do Sul, mas ainda assim o game sofre com um lag monstruoso. O frame rate cai de 60 pra menos de 10, isso quando não congelava de vez. Mesmo que você tenha você uma conexão da Nasa, o servidor não dá conta de partidas realizadas no Brasil. Mas acredito que até o lançamento isto estará 100% resolvido.

O game possui um visual interessante, com boas animações de golpes. Não é nada super ultra rebuscado, mas o design dos personagens combina muito bem com o gênero. Já os cenários são um tanto simples e genéricos demais, talvez para não poluir ou atrapalhar o combate. Ainda assim, poderia rolar um acabamento melhor. Brawlout está disponível no Steam por R$ 36,99 e, se você anseia por um jogo deste gênero, compre sem medo.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Prós

  • Rápido e simples de jogar
  • Lutadores com estilos próprios

Contras

  • Trilha sonora sem graça
  • Personagens desequilibrados
  • Poucos jogadores online, especialmente na América do Sul
1 comentário
Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Smartfox
Smartfox
5 anos atrás

Legal, mais um jogo do gênero, eu gosto desse estilo que dependem mais da sua “habilidade” ao invés de conhecimento e decoreba de especiais.

Tem outros dois muito bacanas no Steam. O Brawlhala (Free2Play) e Rivals of Aethers (27,99). Dois ótimos jogos que eu recomendo pra qualquer fã de Smash Bros.

Eu achei o valor desse Brawlout um pouco salgado, para um jogo com acesso antecipado. Espero que eles adicionem um bom conteúdo para compensar o valor, o jogo parece mesmo bem promissor.

Publicidade
1
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x