Conecte-se conosco

Reviews

Review – Capcom Arcade Stadium

Publicado

em

capcom arcade stadium bg

O legado e toda a contribuição da Capcom para a indústria de games, ao longo dos seus 42 anos de existência, certamente são indiscutíveis. A empresa não só criou inúmeras franquias de sucesso absoluto que continuam perdurando até os dias de hoje, mas também deu à luz a diversos clássicos nos consoles e arcades.

Nos últimos anos, o que não faltaram foram coletâneas para celebrar a excelência de seus títulos lançados ao longo das décadas, mas não tivemos nenhuma focada apenas nos seus jogos de arcade… até agora! Capcom Arcade Stadium é a coletânea quase definitiva de seus mais ilustres sucessos lançados entre as décadas de 1980 e 1990, um pratão cheio para todo retro gamer se sentir contemplado.

Tempos mais simples

A coletânea faz jus ao foco nos arcades e tenta resgatar cada gotinha de nostalgia ao máximo. Logo que começamos, somos agraciados com um vasto fliperama virtual, recheado com dezenas de máquinas (que na verdade são os jogos do pacote). Para muitos pode ser um detalhe irrelevante, mas eu amei o cuidado que tiveram em criar um menu imersivo e, não menos importante, muito bonito!

capcom arcade stadium 3
Tão nostálgico e tão cruel…

Caso você procure pelo título na eShop do seu Switch, vai perceber que ele está descrito como um jogo gratuito, mas não se anime porque é uma cilada. Quando você baixar o game, será surpreendido com um único joguinho disponível (1943 – The Battle of Midway) e todos os outros bloqueados. Se você quiser ter acesso completo a tudo, terá que desembolsar cerca de 40 dólares para comprar todos os DLCs que desbloqueiam os outros jogos, então ele não só não é gratuito como também está saindo por um preço bem salgado aqui no Brasil.

Tenho certeza que isso será um fator que vai desanimar muita gente, e com razão. Porém, o pacote completo oferece uma coletânea cheia de qualidade, com muitos recursos e altamente customizável, do jeitinho que a gente gosta. Ao todo são 32 jogos variados entre luta, beat ‘em up, shoot ‘em up e ação/plataforma, contando com muitos clássicos absolutos: Street Fighter II (todas as versões), Ghost ‘n Goblins, Final Fight, Strider, Captain Commando e a lista continua.

Quem já adquiriu a coletânea Capcom Beat ‘Em Up Bundle pode torcer o nariz, já que este pacote compila seis dos melhores beat ‘em ups da empresa por um preço muito menor, inclusive trazendo as versões de arcade. Porém, a variedade aqui é muito maior e Arcade Stadium traz até mais recursos que as demais coletâneas, então quem quiser comprar de novo, pode ir sem medo.

capcom arcade stadium 2
Jogar Street Fighter II em widescreen é uma delícia.

Jogue do seu jeito

A primeira coisa legal que temos a liberdade de fazer em qualquer jogo é alterar a exibição do gameplay na tela. Você pode deixar a tela do arcade na íntegra (o que não é a melhor das opções, mas com certeza é maneiro), deixar algo mais semelhante a um emulador ou até esticar a imagem no widescreen – e o melhor: ela nem perde qualidade! Essa última acabou sendo a opção que mais utilizei, mas é possível customizar tudo por inteiro do jeito que você quiser. A vantagem de manter a tela do arcade ativa é que dá para ver até a ficha entrando na máquina quando vamos começar a jogar.

Todos os jogos possuem opções customizáveis como dificuldade, número inicial de vidas e muitas outras coisas para deixá-los mais acessíveis. Outros recursos já vistos em diversas coletâneas retro como rewind, slowmotion e aceleração também estão disponíveis, então ninguém precisa passar raiva com os jogos muito difíceis, é só ficar voltando no tempo e tentando até conseguir passar. Um detalhe que também achei legal é que cada jogo inclui um manual que explica a história, nosso objetivo principal e como jogar. É claro que todos os títulos são simples o bastante para a gente aprender a jogar sozinho, mas é um adendo interessante.

capcom arcade stadium 4
Para os amantes de emuladores, temos bordas!

Provavelmente a novidade mais legal dessa coletânea são as competições online. É claro que cada jogo possui seu próprio ranking global de pontuações, mas toda semana acontecem eventos que estimulam as pessoas a jogarem um determinado título em busca de pontuações altas. Ainda que esse seja um ótimo recurso, ironicamente a coletânea não possui multiplayer online, somente local, o que é inadmissível, já que tivemos outros pacotes lançados anteriormente com muito menos jogos e que ainda contavam com essa opção.

Outro ponto negativo é que a coletânea deixou de fora vários títulos excelentes como o Punisher de arcade, principalmente por causa de problemas com licenças de terceiros. É claro que ainda temos muitos outros jogos para curtir, mas é um pouco desanimador pensar que essa coletânea poderia ser ainda mais completa.

Capcom Arcade Stadium certamente tem o seu público alvo, mas é um título que pode ser aproveitado por todos! Possui alguns defeitos difíceis de ignorar, mas aqueles que puderem adquirir o pacote completo terão incontáveis horas de diversão pela frente.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Prós

  • Mais de 30 clássicos dos arcades
  • Muitas opções de customização
  • Recursos adicionais no gameplay
  • Eventos competitivos online toda semana

Contras

  • Só tem um jogo no modo free-to-play
  • Não tem multiplayer online
  • Muitos jogos ficaram de fora
  • Preço meio alto para uma coletânea retro
Clique para comentar
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x