Conecte-se conosco

Reviews

Review – Capcom Fighting Collection

Coletânea peca ao incluir Darkstalkers em excesso e deixar outros jogos de luta de fora

Publicado

em

Capcom Fighting Collection

Jogar nos arcades era uma das atividades mais divertidas que me lembro quando pequeno. Era bom demais se reunir com os amigos e gastar algumas fichas que conseguíamos “contrabandear” com o troco do pão, ou o dinheiro do lanche da escola. Para reviver alguns desses clássicos, temos Capcom Fighting Collection.

De olho no seu extenso catálogo de jogos de luta, a Capcom resolveu criar mais uma coletânea para adicionar à sua biblioteca. Mas, embora o hype fosse grande para os fãs de nostalgia, temos aqui um pacotão que prioriza mais a franquia Darkstalkers do que qualquer outra coisa. Embora eu adore estes games, fiquei particularmente decepcionado com as escolhas.

Ficha gasta à toa

Capcom Fighting Collection é uma coleção de 10 jogos clássicos da Capcom remasterizados para a atualidade. Os gráficos são pixel perfect, tem filtros para todos os gostos, as músicas estão cristalinas, dentre outros coisas boas. Fora que esta é a forma mais adequada dos jogadores que nunca tiveram a chance de jogar nos fliperamas conhecerem estas pérolas de luta.

Capcom Fighting Collection
Chip damage que faz falta!

Os títulos são Darkstalkers: The Night Warriors, Night Warriors: Darkstalkers’ Revenge, Vampire Savior: The Lord of Vampire, Vampire Hunter 2: Darkstalkers’ Revenge, Vampire Savior 2: The Lord of Vampire, Hyper Street Fighter II: The Anniversary Edition, Super Puzzle Fighter II Turbo, Super Gem Fighter Mini Mix, Cyberbots: Full Metal Madness e Red Earth.

Jogos como Cyberbots e Red Earth são realmente raros de achar alguém que os tenha jogado no arcade. Aliás, Cyberbots já havia sido lançado na coleção Capcom Arcade Stadium e alguns outros jogos foram anunciados para o Capcom Arcade 2nd Stadium.

E é com esse anúncio recente que toda e qualquer validade que Capcom FIghting Collection tinha vai direto pela janela! Qual a vantagem de adquirir tal coletânea quando 7 dos 10 jogos presentes podem ser comprados individualmente nas coletâneas Capcom Arcade Stadium? Nenhuma!

Capcom Fighting Collection
Nos quarenta e cinco do segundo tempo

Mais que esquecidos, omitidos

Os únicos jogos que realmente são exclusivos de Capcom Fighting Collection são Vampire Hunter 2: Darkstalkers’ Revenge, Vampire Savior 2: The Lord of Vampire – ambos versões da segunda parte da história do jogo, com apenas algumas mudanças de roster entre si e exclusivos no Japão – e o jogo de fantasia e luta Red Earth, que é excelente e um dos meus favoritos.

A exclusividade destes 3 jogos não faz jus ao valor cobrado pelos 10 jogos da coleção, que na PlayStation Store brasileira está por R$199,50, cada jogo saindo por volta de R$19,50. Mesmo com o excelente rollback netcode e o modo online dos jogos rodando lisinho, me sinto traído com essa coleção.

Como a ideia original da coleção era trazer jogos clássicos de luta, tenho a sã convicção de que vários títulos icônicos dos arcades e consoles foram deixados de lado. Jogos como Slam Masters 2: Ring Destruction, Sengoku Basara X, Megaman: The Power Battle, Street Fighter Alpha Max 3 e JoJo Bizarre Adventure: Heritage for the Future.

Capcom Fighting Collection
Joguei muito Puzzle FIghter durante a infância. Um clássico!

E olha que estou falando apenas dos jogos 2D. Poderia estar no pacote os jogos Final Fight: Revenge, Tech Romancer, Star Gladiator/Plasma Sword, Street Fighter EX e vários outros. Ao meu ver, a Capcom perdeu uma grande oportunidade de realmente surpreender os fãs com uma coletânea parruda.

Aproveitando o bônus

Capcom Fighting Collection também tem seus acertos. Como dito acima, além do excelente modo multiplayer com rollback netcode, a coleção traz excelentes ferramentas extras, como a habilidade de diminuir ou aumentar a dificuldade dos jogos, um excelente modo treino e uma galeria de cair o queixo.

Tirando Hyper Street Fighter II, Capcom Fighting Collection traz livros de arte, sketches e artes oficiais incríveis de todos os jogos. Passei horas vendo as artes de Cyberbots e Vampire Savior 2. Capcom Fighting Collection também traz mais de 400 faixas dos jogos da coleção para ouvir.

Capcom Fighting Collection
Pode vir online que tem apelação até não querer mais

Mas os elogios acabam aqui. Em pleno lançamento foi anunciado o Capcom Fighting Bundle, edição mais cara do Capcom Fighting Collection que adiciona a coletânea Street Fighter 30th Anniversary Collection (de 4 anos atrás) e a compilação Three Wonders, que estará disponível apenas no lançamento do Capcom Arcade 2nd Stadium no dia 21 de Julho. Capcom, você não tem vergonha não?

O jeito é guardar a minha ficha para uma futura coleção, muito provavelmente o Capcom Arcade 2nd Stadium, que irá trazer seis dos jogos aqui presentes, além de vários outros que deveriam já estar inclusos em Capcom Fighting Collection. Dessa vez, me recuso a enfrentar “Sheng Long”.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Prós

  • Excelente rollback netcode
  • Traz alguns jogos pouco conhecidos
  • Sistemas que facilitam a entrada de novatos

Contras

  • Faltou variedade
  • Dos 10 jogos, 5 são Darkstalker
  • Faltam vários jogos de luta pouco conhecidos
  • Sem suporte de placa zero delay para sticks caseiros
Clique para comentar
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade
0
Would love your thoughts, please comment.x