Conecte-se conosco

Reviews

Review – Explodemon

Publicado

em

Depois de muitos problemas, troca de plataformas e atrasos, finalmente a Curve Studios conseguiu lançar Explodemon como conteúdo exclusivo na PSN. Um título que eu não conhecia muito bem e tive uma agradável surpresa quando comecei a jogar e percebi todo aquele ar de nostalgia que remete o jogador de volta a era dos 16-bit, sem deixar de aproveitar as possibilidades tecnológicas que a atual geração de consoles podem trazer. Sei que esse saudosismo todo é mais do que clichê, mas é sempre bom ver que algumas produtoras, especialmente as indies, se preocupam em não nos deixar esquecer o passado.

A história é bem simples: Nibia está sendo invadida por alienígenas conhecidos como Vortex e as esperanças recaem em cima do nosso personagem principal. O problema é que ele não é nada estável e o principal líder do planeta não o quer livre, mas uma bomba acidentalmente atinge sua cela criogênica e ele se solta. À partir daí é ação em plataforma com muitas explosões e puzzles que passam por três mundos diferentes com quatro fases cada um, misturando elementos da série Mega Man, Sonic e inclusive Ninja Gaiden, até o confronto com o grande vilão Absorbemon. E sim, lembra muito o ‘Splosion Man.

explodemon_1

Mesmo não sendo original ele é interessante em sua jogabilidade, já que você tem que saber combinar corretamente os saltos com o momento das explosões para que Explodemon consiga pular mais alto ainda, como também usar as habilidades do personagem para resolver problemas, achar os caminhos pelos quais passar e destruir seus inimigos. A curva de aprendizagem é suave e no começo há todo tipo de ajuda e explicação para que você se acostume com as possibilidades. Aliás, eis um conselho: não fique parado muito tempo porque ele acaba explodindo sozinho e isso pode te prejudicar. Também é possível coletar dinheiro dentro do jogo e fazer upgrades no robozinho, que permitem explosões mais fortes, menor tempo de recarga e outras melhorias que ajudam a facilitar as coisas na aventura.

A parte online não traz muitas novidades, existe uma leaderboard com um ranking baseado na velocidade em que cada fase é terminada e na quantidade de colecionáveis que você pegou. Como esses colecionáveis existem em abundância, isso acaba se tornando um incentivo a sempre voltar e tentar localizar tudo. Juntar isso tudo e ainda a chance de conseguir vários troféus por apenas 10 dólares foi uma boa jogada da Curve.

Os puzzles merecem um destaque à parte: começam bem fáceis e óbvios, mas a medida que se vai avançando pelos estágios eles logo ficam mais difíceis e exigem bastante habilidade para se fazer tudo no tempo certo, sempre usando a boa física presente. Um detalhe esquecido ou atrasado e tudo vai por água abaixo. Por exemplo, um bloco vai reagir de uma forma diferente dependendo da posição em que o robô estiver na hora em que explodir, e prestar atenção nesse tipo de coisa é essencial. O bom humor também está presente, principalmente nos diálogos com o inglês macarrônico do Explodemon. Algumas tiradas dele são muito engraçadas e causam boas risadas; em vários momentos me peguei gargalhando sozinho.

explodemon_2

Algo que me chamou atenção foi a trilha e os efeitos sonoros, que formam um conjunto bem interessante e retrô. Não existe um número muito grande de músicas, mas elas foram muito bem escolhidas e não enjoam nem ficam chatas durante as partidas. Infelizmente nem tudo é perfeito. Não há tanto refinamento nos gráficos, o que não significa que ele é feio. O jogo possui uma boa apresentação visual, mas poderia aproveitar melhor a capacidade do console. Agora o que realmente faz falta é a possibilidade de jogar com o D-Pad; esse tipo de jogo em 2D tem que trazer essa opção, pois nem sempre o direcional analógico funciona bem. O analógico pode causar atraso em algumas ações rápidas e isso reflete diretamente no seu desempenho durante a ação.

Explodemon não chega a ser obrigatório e nem é longo, mas consegue trazer uma diversão acima da média para o PS3. Apesar de alguns pontos fracos aqui e ali, é um game que merece ser jogado por todos, desde seu público chave (aqueles que curtem o estilo old school 2D, que mistura plataforma com puzzles) até aqueles jogadores que buscam uma jogatina descompromissada, divertida, e por um precinho bem camarada.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Prós

  • Jogabilidade de fácil aprendizado
  • Excelente trilha sonora
  • Estilo old-school

Contras

  • Falta de opção para usar o D-Pad
  • Os puzzles mais difíceis podem afastar alguns jogadores
  • Poderia ter maior duração
Clique para comentar
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x