Conecte-se conosco

Reviews

Review – Impact Winter

Publicado

em

impact winter bg

Faz alguns dias que Jacob Solomon está à procura de água, alimentos e suprimentos médicos. Isso para manter o grupo de 4 pessoas e a si mesmo vivas. Em Impact Winter, da dev Mojo Bones, Jacob e o grupo estão abrigados em uma igreja, numa cidade que agora está coberta pela neve e em temperaturas abaixo de zero após a queda de um asteroide.

Em uma mensagem transmitida pelo robô chamado Ako-Light há uma promessa de resgate prevista para ocorrer em 30 dias, e Jacob deve comandar o grupo para que juntos sobrevivam enquanto aguardam esse momento.

Um jogo de sobrevivência de ritmo lento?

Não, embora possa parecer monótono no início, pois caminhamos por vários minutos à procura de suprimentos (e nem sempre os encontramos), e aos poucos entramos na dinâmica de Impact Winter e os ambientes, a trilha sonora e até mesmo as prioridades com os personagens nos fazem adquirir uma grande preocupação em resistir e manter todos vivos até o final.

Imagem do jogo Impact Winter
Em Impact Winter é preciso manter a fogueira acessa para aquecer os sobreviventes.

No início somos apresentados a uma carga enorme de informações sobre como sobreviver neste abrigo, sendo tantas que podem deixar o jogador perdido. Há um cronômetro que nos informa o tempo restante até que o resgate chegue, e realizar as missões, manter o grupo feliz e uma série de atividades secundárias podem fazer com que esse cronômetro acelere. Consequentemente isso eleva o nível de experiência do jogador e concede alguns ‘Power Ups’, que explicarei mais abaixo. Todos os sobreviventes possuem características que devem ser mantidas em cheque para que não morram ou deixem o grupo. São elas a saúde, energia, temperatura, fome, sede e moral. Além do robô Ako-Light, que precisa recarregar sua bateria conforme essa for utilizada.

Manter a fogueira acesa é de extrema importância em Impact Winter tanto quanto manter os demais suprimentos, pois o fogo que mantém os sobreviventes aquecidos e felizes e através dele podemos cozinhar algumas refeições, aumentando assim a quantidade de pontos concebido pelos alimentos. Cada personagem tem uma especialidade de criação que poderá nos ajudar a manter os suprimentos e aliviar o fardo de procurá-los: Maggie pode construir melhorias mecânicas para a igreja; Wendy com os ingredientes certos poderá cozinhar refeições em maiores quantidades; Christophe pode criar melhorias para o robô; e Blame pode construir equipamentos que te ajudarão a sobreviver fora da igreja. É claro que para todas essas criações, antes é necessário saber os itens que as compõe, e essas informações são dadas por cada personagem, que também designam algumas tarefas pessoais que quando realizadas também irão acelerar o cronômetro.

Há tantas prioridades acontecendo ao mesmo tempo que isso nos mantém sempre bastante ocupados no jogo. Enquanto planejamos a busca por itens específicos, sempre há uma crescente preocupação com os escassos suprimentos. Fora da igreja estaremos num ambiente aberto que por muitas vezes pode parecer vazio, mas após alguns minutos caminhando encontramos vestígios do que um dia fora uma cidade e que agora está abaixo da neve; há casas, prédios e diversas outras construções soterradas, e esse ambiente em conjunto com a trilha sonora causam uma sensação desoladora que torna esse mundo intrigante. Podemos caminhar por longas distâncias em busca dos mais variados itens, porém não tão longe, pois é preciso estar atento à saúde dos personagens, e retornar à Igreja será algo constantemente necessário.

Imagem do jogo Impact Winter
Há outras pessoas que precisam de ajuda fora da igreja.

O robô Ako-Light é bastante útil, primeiro por possuir o sinal necessário para que a equipe de resgate saiba a localização dos sobreviventes (embora esse sinal esteja falhando). Ele possui um rastreador que indica pontos de interesse e locais visitados, funcionando melhor que o mapa de papel oferecido pelo jogo, e essa mesma função é capaz de encontrar itens escondidos em buracos na neve e para cavar estes buracos o robô utiliza um aquecedor que derrete o gelo. Por fim, funciona até como uma lanterna, porém tudo isso gasta a bateria limitada do robô e uma vez descarregado perdemos todas as suas funções até que seja carregado novamente na Igreja. Caso Jacob esteja longe da igreja, terá que voltar apenas lembrando-se do caminho de volta, e o mapa de papel não ajudará muito com isso.

As prioridades de Impact Winter

Durante a caçada por itens também é possível adentrar em cavernas subterrâneas, que por horas podem ser calmas e tranquilas e em outras perigosas com animais selvagens e até mesmo tão frias que nem uma garrafa de uísque evitará que Jacob morra congelado. O inventário é apresentado por grades, e cada item ocupa um espaço físico diferente, o que causa dúvidas na hora de coletá-los. Qual será mais apropriado: Um motor de carro ou pequenas porções de comida? Não podemos perder muito tempo, pois podemos congelar e temos que suprir as necessidades do grupo e até mesmo nossas próprias. É fundamental ser objetivo sobre quais os itens que procura e as atuais condições do estoque para decidir o que levar.

De volta à igreja, agora com alguns alimentos, bebidas e itens de missões, ainda temos o trabalho de estocar todos eles e dividi-los entre os sobreviventes, ou seja, manualmente decidimos quem irá comer aquele bife douradinho, e isso pode incomodar alguns jogadores, pois há um local específico onde devemos colocar os alimentos de cada personagem, e por mais que soe interessante distribuir conforme a necessidade, pode também ser chato estar longe da igreja e ter que retornar apenas para dar comida para a Wendy, por exemplo. Já com os itens de missões recolhidos, podemos pedir para que os sobreviventes construam melhorias. Isso os deixará felizes, mas leva um tempo, sorte que temos a opção de utilizar os Power Ups, que são melhorias de funções especificas e momentâneas, e uma delas faz com que o personagem trabalhe mais rápido, diminuindo o tempo de construção mas maiores riscos de se machucar. Respectivamente, todos os Power Ups possuem um ponto positivo e outro negativo.

Imagem do jogo Impact Winter
O ministério da saúde adverte: consumir alimentos encontrados no lixo pode fazer mal a saúde.

30 dias num difícil mundo gelado

Por mais que nos empenhamos para ajudar os sobreviventes, o jogo possui alguns problemas que quebram bastante essa imersão. A começar pelas missões principais dos sobreviventes, que às vezes nos enviam para lugares inacessíveis e simplesmente temos que procurar o item solicitado em outro local, que fica onde? Só descobrimos quando achamos e o tempo perdido nesta procura causa uma perda preciosa de recursos. Fora que o jogo está totalmente em inglês, e para quem não é adepto à língua podem surgir dificuldades em entender a dinâmica de sobrevivência proposta, alguns contextos e até diálogos importantes. Além de levar maior tempo procurando itens que seriam fáceis se soubéssemos o que são, como um ‘rubber tube’ (um tubo de borracha) que pode ser achado numa garagem, ao menos poderia haver uma ilustração dos itens no menu de construção.

Já o cronômetro é uma mecânica incrível e está muito bem casado com todo o contexto do jogo, porém ele não para nem mesmo quando mexemos nos menus de construções ou enquanto organizamos nosso inventário (e olha que eu adoro organizar meu inventário), implicando também em ser atacado enquanto decidimos o que vamos coletar de um contêiner ou enquanto verificamos as notificações de missões. O próprio menu, onde o acesso é comum e constante, é recheado de informações e possui várias guias que tomam tempo para que se encontre os dados de missões ou o estado dos sobreviventes, e nem mesmo isso fará o cronômetro dar uma pausa, o que implica também em recursos acabando enquanto tentamos nos localizar.

Há ainda carregamentos longos, seguidos de curtos travamentos, e acredito que estejam relacionados ao carregamento dos mapas. Além disso, a resposta dos comandos do controle às vezes é falha, e por vezes precisei pressionar um botão 2 ou 3 vezes para que a interação fosse feita.

Imagem do jogo Impact Winter
Fique atento com sua temperatura, alguns locais são muito gelados e em pouco tempo você poderá morrer.

Impact Winter é uma proposta incrível e casa muito bem as mecânicas de sobrevivência com seu tema, proporcionando uma grande tensão e sentimento de responsabilidade, mas é uma pena que a narrativa não seja apresentada com muita clareza, com diálogos rasos dos sobreviventes e só é possível compreender o que houve naquela cidade com informações apresentadas durante as telas de carregamento, que nem sempre são possíveis de ler completamente.

Ajudar estes sobreviventes e se entregar a estas longas caminhadas, desagastando nossa mente com as diversas prioridades é curiosamente cativante, mas infelizmente os problemas técnicos durante esse processo acabam prejudicando a experiência.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Prós

  • Direção de arte maravilhosa
  • Trilha sonora causa tensão
  • Mecânicas de sobrevivência intensas

Contras

  • Apenas em Inglês
  • Alguns menus não pausam o tempo
  • Comandos com respostas atrasadas
  • Narrativa limitada à tela de carregamento
  • Carregamentos longos e travamentos
Clique para comentar
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade
0
Would love your thoughts, please comment.x