Conecte-se conosco

Reviews

Review – Loot Rascals

Publicado

em

Loot Rascals Cover

Loot Rascals é uma grata surpresa do universo indie, principalmente para quem realmente procura por um título desafiador e divertidíssimo. Unindo referências de outros games e desenhos animados, a Hollow Ponds lança um roguelike com exploração e batalhas com card game, como o próprio nome indica, repleto de pilhagem.

Prepare-se para se sentir perdido, traído e se desesperar da maneira mais divertida possível, em um planeta alienígena com suas próprias regras de sobrevivência. Você vai enfrentar os perigos mais bizarros e depender de itens ou armas mais surreais para conseguir cumprir sua missão (ou não).

Perdido no Espaço

Você está em uma missão para encontrar Big Barry, uma sonda amarela, e fazêr com que funcione corretamente. Esse é mais um dia de trabalho em um novo acampamento humano no espaço sideral, com atrações renderizadas em redomas por essa sonda, a partir do cultivo do Liquid Anything pelo solo.

Sua função é de utilizar os cards holográficos e, com a habilidade do seu capacete, renderizar itens, como uma cadeira ou raquete de tênis, por exemplo, que fazem parte dessas atrações. Porém o inesperado acontece e uma misteriosa força acaba te levando até um planeta desconhecido, repleto de alienígenas estranhos e poderes ainda mais bizarros.

O perigo está lá fora
O perigo está lá fora

A principal missão deixa de ser o acampamento e, a partir de agora, passa ser escapar com vida dessa Lua rosada esquisita. Acredite, não será nada fácil percorrer os 5 cenários de Loot Rascals.

Essa história bizarra só foi possível por conta da participação de Ricky Haggett, a mente por trás de Hohokum, que teve suas ideias mais loucas traduzidas pelo estilo excêntrico do animador Dave Swatpaz, responsável por Adventure Time.

Labirinto colorido e ameaçador

A proposta da Hollow Ponds não se limita apenas em ter criado um jogo no estilo roguelike, mas também ter apostado em cenários gerados proceduralmente. Isso ao mesmo tempo que surpreende, elevando a dificuldade e o desafio do jogo, já que cada vez que for derrotado você perderá seus cards e também o seu progresso. Nenhum jogo será igual a outro!

Com um visual estranho e a jogabilidade que lembra muito Toejam and Earl, ao mesmo tempo em que apresenta elementos fofinhos e coloridos, Loot Rascals consegue criar sua própria mecânica de exploração em turnos e combate através de cards.

Não é Dark Souls, mas morrer é algo muito comum!
Não é Dark Souls, mas morrer é algo muito comum!

Turnos? Isso mesmo! Sua movimentação pelo planeta resulta em turnos durante o jogo. Cada 5 movimentos pelos cenários descobertos, dividido em hexágonos como uma colmeia, fazem com que o tempo seja alternado entre dia e noite. Um artifício que interfere no sistema de combate e também na urgência em escapar do planeta. Após 275 turnos, ou casas visitadas, o jogo cria situações adversas como, por exemplo, alienígenas já derrotados que viram zumbis ou entidades possuem e elevam o poder dos inimigos vivos, e quanto mais turnos gastos, novas condições são acrescidas e mais difícil ficará prosseguir.

A exploração precisa ser pensada, pois a sua movimentação será a responsável pela maneira como as batalhas vão se desenrolar. Durante o dia o inimigo te ataca e à noite os inimigos apenas se defendem. Você decide se vai de encontro à eles ou foge em outra direção. Toda essa mecânica é muito bem representada graficamente, desde o cenário isométrico aos alienígenas, até o visual do seu estado pré-combate.

Card Game mortal

Diversos alienígenas bizarros, num total de 50 monstros colecionáveis em uma “pokedex” do mal, vão impedir o seu progresso. Para enfrentá-los você contará com seus cards iniciais e sua habilidade de renderização de itens que devem ser usados para o ataque. Ao invés de renderizar materiais para o acampamento, como em sua antiga missão com Big Barry, você precisará de mais cards para sobreviver.

Prepare-se para ter os seus melhores cards roubados
Prepare-se para ter os seus melhores cards roubados

Mas como conseguir isso? Simples! Matando os alienígenas e pilhando os cards que eles carregam e que, possivelmente, pertenceram à outros jogadores que foram derrotados. Afinal Loot Rascals não tem esse nome à toa. Nesse planeta você terá um dos seus cards roubados a cada morte, todos os outros deixam de existir por conta da viagem no tempo que te mantém vivo (e a causa disso é um spoiler, que será divertido você mesmo descobrir).

O desafio está em montar o melhor deck para atacar e defender, usando sempre um limite de 10 cards dentre mais de 60 existentes para serem encontrados. Com itens dos mais variados e estranhos, é possível ganhar habilidades diversas ou simplesmente pontos de ataque e defesa. Simples? Nem tanto, afinal os seus inimigos também possuem as mesmas condições e cards que você.

Trapaceiros ou amigos?

O jogo está completo já em seu lançamento. São 5 grandes cenários gerados proceduralmente que devem ser explorados até que a saída seja, e escapar do planeta estranho. Além do modo história, você pode arriscar participar da partida diária, com desafios ainda maiores.

Ameaça ou ajuda? Suas ações quem decidirão...
Ameaça ou ajuda? Suas ações quem decidirão…

Adicionalmente aos baddies, os alienígenas bizarros, você pode interferir diretamente no jogo de outras pessoas. Caso derrote algum monstro que tenha roubado o card de alguém, o seu personagem tem a opção de devolver o card ou usá-lo. Se escolher cooperar, um holograma vai aparecer para te ajudar em agradecimento, se a escolha for usar o que pegou, vai te caçar em busca de vingança. Então é preciso ter cuidado com a decisão final.

Do espaço sideral para a sua coleção

Esse é mais um daqueles indies obrigatórios, principalmente se gosta de jogos desafiadores. A dificuldade pode ser exagerada, já que não temos indicações no mapa para onde ir ou regra para que os alienígenas apareçam. A cada movimento você terá uma surpresa, seja ela agradável ou desagradável.

Um jogo com seu senso de humor próprio e que beira o esquisito, que conquista com seu carisma e visual, ou mesmo pela proposta de explorar, colecionar e sobreviver. Você pode dar a sorte de terminá-lo brevemente, restando os outros modos ou coleções, caso contrário você sofrerá bastante para fechar esse jogo.

Impossível sentar e jogar esse game apenas por apenas uma hora sem se dar conta que passou a tarde inteira em Loot Rascals.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Prós

  • Resgata o melhor dos jogos de tabuleiro e card games
  • Os cards conquistados recompensam pela dificuldade do jogo
  • Desafiador e estratégico na medida certa
  • Visual cativante e senso de humor cativante
  • Alto fator replay

Contras

  • Trilha sonora fraca e repetitiva
  • Falta de sinalização pelo mapa como auxílio para a exploração
  • Não possui padrão nos níveis para os alienígenas que aparecem, inclusive no início do jogo
  • Poucos itens/cards de cura ou recuperação de turnos
Clique para comentar
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade
0
Would love your thoughts, please comment.x