Conecte-se conosco

Reviews

Review – Need For Speed Hot Pursuit Remastered

Publicado

em

Imagem de Need for Speed Hot Pursuit Remastered_bg

A necessidade de correr nunca acaba. Nada traz a adrenalina que estar controlando um míssil de ferro indo a 300 quilômetros por hora de frente contra outros um pouco mais lentos e muito mais desavisados. E o ponteiro das emoçõe svai ainda mais alto quando sirenes chamam a atenção e as luzes vermelhas e azuis piscam no seu retrovisor.

Sem dúvidas, 2020 é o ano dos remakes/remasterizações e Need For Speed Hot Pursuit Remastered é mais um filhote desta ninhada. A remasterização do jogo de 2010 traz um dos mais bem avaliados jogos da geração PS3/360 para a – agora – geração anterior (PC/PS4/One), plenamente dominada por Forza Horizon. Vejamos quem fecha essa corrida em primeiro.

Droga, é o Brian!

Desde 1994, Need For Speed é uma série de referência no gênero de corridas de rua. Sendo lançado primariamente para o esquecido 3DO e, posteriormente, para PlayStation 1, Saturn e PCs – curiosamente tanto em DOS quanto Windows – The Need For Speed foi um marco tão grande que trouxe consigo uma série de cópias e inspirações.

Algo no fundo da minha mente vinha me relembrando disso, porém só investigando novamente a linha de lançamentos da série Need For Speed que me voltou à mente o fato de que Need For Speed Hot Pursuit Remastered é na verdade o terceiro título da série chamado de Hot Pursuit – 4º se você contar a sequência. O original é Need For Speed III: Hot Pursuit, de 1998 (PC, PS1), depois Need For Speed: Hot Pursuit 2 (2002 – GC, PS2, Xbox), aí sim Need For Speed Hot Pursuit de 2010 – ao qual este jogo remasteriza.

Imagem de Need For Speed Hot Pursuit Remastered
Vendo os detalhes da criança.

Até entendo que o nome Hot Pursuit é bem legal, traz uma boa sensação de velocidade, periculosidade, intensidade enquanto ainda é super maneiro e jovem. Mas não é possível que essa seja a expressão mais relevante em comparação às outras para que em uma série de, contando com esse, 25 jogos seja necessário repetir Hot Pursuit 4 vezes. Além de (The) Need For Speed 2 e Need For Speed: Most Wanted mais 2. Haja falta de criatividade com nomes.

Dito isso, vamos ao jogo em si. Visualmente Need For Speed Hot Pursuit Remastered mostra um resultado positivo em relação à versão original. Não foi uma situação onde houve um avanço estupendo para que o jogo ficasse a par com o estado-da-arte gráfico, porém foram boas atualizações. Os ajustes de modelagem e texturas dão mais realismo aos carros e paisagem ao redor, e a iluminação traz o grande diferencial de naturalidade ao mundo. O resultado final não é algo estupendo e maravilhoso, porém não deixa de ser muito bonito, além de parecer natural.

A seleção de veículos conta com 77 carros, alguns são variantes, mas diferentes o suficiente entre si. Esta lista conta com todos os veículos lançados em DLC para a versão original, alguns deles sendo novidades para PC, visto que haviam somente sito lançados previamente para os consoles. Por mais que sejam todos veículos com alta-performance, as diferenças são perceptíveis.

Imagem de Need For Speed Hot Pursuit Remastered
Sim, com certeza a polícia precisa de um conversível!

As mudanças de dirigibilidade entre, por exemplo, o carro policial padrão Ford Crown Victoria Interceptor e um Koenigsegg CCX são como água e óleo. O equilíbrio entre o peso de se movimentar o carro de uma faixa a outra, onde se pode sentir a resistência digna de uma simulação, com os impulsos bruscos de se acelerar fundo em uma reta, nos deixa em uma posição pouco frequente, mas sempre agradável onde a simulação abraça a diversão e tudo acaba bem como em um caminho ao arco-íris.

Esta sensação ao dirigir eu senti somente em Forza Horizon, jogo que eu considero o ápice dos jogos de corrida ainda a ser superado. Ter veículos que possuem pesos variados entre si sem que torne o ato de dirigir pesaroso pela quantidade de preocupação a se ter em pistas mais sinuosas, e ainda sim exigir esforço não só pela parte acrobática de derrapar por todo o percurso mas pela dirigibilidade em si é extremamente difícil.

♫ Brrr dum dum dum, dum da da da da dum ♫

O grande diferencial de Need For Speed: Hot Pursuit, no caso Need For Speed III: Hot Pursuit era o foco nas perseguições policiais. O Remaster soma esse foco a uma novidade presente na sequência, Need For Speed: Hot Pursuit 2, oferecer o outro lado das disputas, podendo tomar o controle de um veículo policial para finalizar as corridas ilegais.

Ouso dizer que esse lado da jogabilidade talvez seja ainda mais legal do que as corridas em si – o que não é nenhum demérito às corridas e sim um mérito extra às perseguições. Me lembrou em muito as horas e mais horas que passei em World’s Scariest Police Chases (2001 – PS1, Dreamcast) e como eu sentia falta de aplicar as famosas PITs.

Imagem de Need For Speed Hot Pursuit Remastered
Às vezes dá vontade de só assistir…

Cada um dos eventos é acessível por meio de um mapa, com diversas localidades separadas entre pontos de corrida e pontos de policiais. O que torna tudo mais maravilhoso é não ter a necessidade de precisar ficar vagando pelo mapa para encontrar os eventos, podendo pular rapidinho entre cada um deles. Claro que ainda existe a possibilidade de passear à toa tanto com veículos privados quanto múltiplas viaturas.

Um dos pontos mais complicados de Need For Speed Hot Pursuit Remastered é a mecânica conhecida slingshot – ou estilingue. Essa mecânica funciona como um método de equilibrar a corrida, fazendo com que os primeiros e os últimos colocados se aproximem, dando uma bonificação para quem está mais para trás e igualando a corrida. Quando você está comendo poeira lá para trás, claro que esse tipo de mecânica ajuda, porém esse tipo de situação pune quem faz uma corrida quase perfeita trazendo dos mortos os adversários que já deveriam ter sido esquecidos.

Imagem de Need For Speed Hot Pursuit Remastered
Sempre bom ter uma caixa de ferramentas cheia.

A dificuldade dos estágios deve ser levada em consideração. Os percursos a serem seguidos são muito exigentes, os oponentes são sempre de alto nível e as pistas frequentemente cheias. É incômodo o fato de os carros na pista estarem sempre nos mesmos pontos, removendo o que poderia ser um fator de variabilidade, este ponto, porém, reaparece com os horários e climas variáveis para as pistas.

Outra coisa que sempre deve ser de alto nível em jogos da série Need For Speed Hot é a trilha sonora. Claro que depois dos hits presentes em Need For Speed Hot: Underground e das bombas que caíram também em Need For Speed: Most Wanted – o original -, Need For Speed Hot Pursuit Remastered já teria uma tendência a ficar para trás, porém eu não esperava que tão para trás.

Imagem de Need For Speed Hot Pursuit Remastered
Não, não existe esse negócio de violência policial não…

Dito isso, Need For Speed Hot Pursuit Remastered é uma obra incrível, um das melhores remasterizações da sua geração. A combinação da modelagem e iluminação, com o equilíbrio da jogabilidade trazendo pontos de arcade e simulação, somados ao fator de estar dos dois lados da corrida – polícia e corredor – faz com que este seja um jogo mais do que recomendado.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Prós

  • Modelagem bem-feita
  • Iluminação realista
  • Dirigibilidade perfeita
  • No volante da polícia
  • 70+ carros

Contras

  • Slingshot presente
  • Trilha sonora fraca
  • Frequentemente frustrante
1 comentário
Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Gabriel Lawrence
Gabriel Lawrence
1 ano atrás

Só uma dúvida, a trilha sonora do need for speed: HP em 2010 foi muito bem elogiada, trazendo inúmeras faixas conhecidas de bandas famosas de hard rock, a EA alterou as músicas? Ou é só gosto pessoal mesmo? Gostei da análise ✌🏼

Publicidade
1
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x