Conecte-se conosco

Reviews

Review – Planet Coaster Classic Rides Collection

Publicado

em

Planet Coaster_bg

O que é a vida se não uma gigantesca sequência de altos e baixos, com momentos de expectativas imensas e quedas ainda maiores, onde você pode aproveitar sozinho, mas é ainda melhor com amigos ao seu lado? Essa definição também pode dada para uma montanha russa, a grande estrela de todo bom parque de diversões em Planet Coaster.

Desenvolvido e publicado pela Frontier Developments, Planet Coaster é um maravilhoso reavivamento da tendência de jogos de gerência de parques de diversão dos anos 1990. Assim como vem acontecendo com outros subgêneros dos chamados de jogos tycoon, os parques de diversão também têm a sua vez.

Bem-vindos ao maravilhoso mundo de Mickey camundongo genérico

O ponto especial deste review é para tratarmos sobre a expansão Classic Rides Collection, aliás, saudades de comprar expansões e não DLCs. Uma ótima adição carregada de nostalgia para um jogo que já era um belo pacote de diversão.

Tratando primeiramente do jogo em si. Planet Coaster busca ser o ápice do que a simulação de gerência de parques de diversão poderia ser. Desde quais brinquedos serão construídos em que pontos do parque até as especificidades das campanhas de marketing, passando pelas análises financeiras e balancetes dos parques e decidindo até os passos dos animadores de público.

Imagem de Planet Coaster
Se não for pra tematizar os nomes eu nem venho brincar

Sendo vergonhosamente honesto com vocês, até chegar em Planet Coaster, via RollerCoaster Tycoon como o ápice da simulação de gerência de parques de diversão. O que faltava no jogo eram aprimoramentos visuais e detalhamentos que a capacidade das máquinas da época não permitiam. Eu estava estupidamente enganado. Oh, como eu estava.

Para cada um dos fatores que se pode imaginar sobre gerenciar um parque de diversões, ou até uma empresa no geral, Planet Coaster está prontinho para alcançar. Claro que tem os pontos óbvios como escolher valores de entrada para o parque e para cada brinquedo ou comprar decorações para o caminho dos transeuntes.

Porém o que começou a me surpreender é a possibilidade de selecionar entre vários tipos de propagandas diferentes dependendo do tamanho do seu parque e de que demografia de visitantes que está buscando. Ou até verificar níveis de carga de trabalho de cada funcionário e alinhá-las com áreas mais conturbadas do parque.

Imagem de Planet Coaster
Ignorem o Cthulhu ali, tá tudo bem…

Outro ponto que é como um belo cafuné de tão gostoso é a completude e não só a complexidade envolvida na construção de alguns brinquedos. Montanhas-russas, brinquedos de trilhos e semelhantes permite que seus caminhos sejam totalmente customizáveis. Com esse ponto, o limite para os brinquedos do seu parque é só sua imaginação. Ah é, e o dinheiro…

Tudo isso seria só lindo se todos esses pontos de customização e complexidade fizessem obrigatoriamente parte das mecânicas de Planet Coaster. Se para cada uma das escolhas, nós tivéssemos que nos atentar a tudo isso seria também ligeiramente desgastante. Mas não. Planet Coaster nos dá a opção de sermos meticulosos com nosso lindo parquinho, contudo permite que as escolhas se limitem a pontos bem básicos e que o jogador se foque na diversão acima de tudo. Isso sem punir ou limitar a diversão de ninguém.

Com essa descrição por si só, já seria o suficiente para querer empurrar Planet Coaster a cada um de vocês que está lendo isso. Até para as pessoas que passam na rua em frente a minha casa. Até mesmo para quem cruzar comigo na rua. Gritar ao mundo JOGUEM PLANET COASTER. Mas não é só apenas isso!

E tem mais um pouquinho de WHOOOOOOA!

Planet Coaster possui uma enxurrada de DLCs que, de fato, adicionam coisas divertidas ao jogo. No caso, vou tratar mais especificamente da recém-lançada no momento desta edição, Classic Rides Collection. Como o título sugere, essa coleção adiciona ao jogo alguns brinquedos clássicos e nostálgicos não só para quem os viu nos parque da nossa vidinha cotidiana, como também os vistos em jogos como RollerCoaster e Theme Park.

Imagem de Planet Coaster
Parece demais? Parece. Mas tá tão legal!

Descrever os brinquedos somente por texto pode acabar ficando meio estranho, mas venham comigo nessa jornada sinestésica que prometo que será uma boa experiência para vocês! Os novos brinquedos são divididos em quatro categorias: os comuns, montanhas-russas, brinquedos com trilhos e transportes.

Dos brinquedos comuns temos: a plataforma de observação Sky Temple; os irmãos Rising Raptor e o Golden Eagle, com vagões que rotacionam e variando desde uma vista tranquila até um passeio mais agressivo e radical, indo até 58 metros de altura; o Free Flyer, atração extremamente vintage com análogos pelo mundo todo, girando de um passeio suave até um giro intenso; por fim, o Swift Drifters, com 16 vagões puxados por um trilho sendo lançados por uma força centrípeta absurda.

As montanhas-russas são a Interdimensional, uma montanha giratória onde os trilhos têm uma configuração especial que permite soltá-los para rotacionar na direção que se desejar, e a Infinite, com dois vagões dependurados por trem, tendo uma enorme variedade de opções de suspensão e lançamento, cada uma mais incrível que a outra.

Imagem de Planet Coaster
Eles se incomodam com as filas, eu adoro

Falando de trilhos, temos o Armada, um passeio de barco projetado especificamente para experiências assustadoras, e também o Macchina Classica, uma viagem de carro esportivo, basicamente um sonho para qualquer aficionado, além disso é o brinquedo de trilho mais rápido de Planet Coaster.

Por fim, a Gôndola é o mais novo brinquedo de transporte do parque, permitindo uma viagem tranquila e agradável para quem quiser aproveitar a paisagem enquanto relaxa nas cabines que são um verdadeiro luxo. Digno de realeza.

Com brinquedos para todos os tipos de frequentadores do parque, não tem como alguém sair decepcionado. Adultos, adolescentes e famílias saem mais felizes e muito mais cansados do que entraram. Isso sem falar nos bolsos, agora vazios.

Imagem de Planet Coaster
Uma das estrelas de Classic Rides Collection, o Free Flyer é certeza de sucesso no seu parque

Os únicos problemas que pude experienciar em Planet Coaster se referem a alguns engasgos de performance durante momentos mais intensos dos brinquedos e ao ritmo do jogo, pois em alguns momentos precisamos esperar sem muito o que se fazer para que o caixa melhore um pouco ou até para revermos nossas estratégias. Com isso o jogo pode perder ritmo em diversos pontos.

Assim sendo, Planet Coaster é um jogo incrível. Ouso dizer que se aproxima muito da perfeição quando estamos tratando de um gerenciador de empresas, não só parques de diversão. Com certeza é o melhor tycoon que já passou em um raio de 10 quilômetros da minha pessoa.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Prós

  • Cenários divertidos
  • Visual agradável
  • Complexidade variável
  • Variedade de jogabilidade

Contras

  • Performance inadequada
  • Ritmo inconsistente
Clique para comentar
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade
0
Would love your thoughts, please comment.x