Conecte-se conosco

Reviews

Review – Sega Ages: Puyo Puyo 2

Publicado

em

sega ages puyo puyo 2 bg

Depois de terminar o desafiador Sega Ages: Puyo Puyo, fiquei na coceira para jogar a continuação. Claro que a Sega não iria me deixar na mão, né? Puyo Puyo 2 chegou hoje ao Nintendo Switch incrementando a coletânea exclusiva Sega Ages, que já conta com um total de 16 jogos – incluindo Sonic The Hedgehog 2, que também foi lançado hoje.

Superando o jogo original, Puyo Puyo 2 é considerado um dos arcades mais famosos de todos os tempos no Japão. E não é para menos: o jogo introduz novas regras para jogar lixo na tela do oponente, além de oferecer 4 modos diferentes. Pra quem curte jogos derivados do gênero Match 3, tem mais é que jogar essa obra da desenvolvedora japonesa Compile.

Rebobine, por favor!

O jogo oferece quatro modos: Arcade, Endurance, VS e Online Match. O primeiro é o modo história, que reproduz o fliperama como ele era em 1994. Ou seja, super difícil! Mas calma, pois se tratando de um jogo Sega Ages é claro que temos a opção de ligar o “time reverse” e voltar as cagadas que fizer. Certamente ajuda mais que o modo helper de Sega Ages: Puyo Puyo, que não possui a função rebobinar.

Imagem do jogo Sega Ages: Puyo Puyo 2
Deu ruim? Rebobine sem medo de ser feliz.

A vitória depende de vários fatores: você ser mais rápido que o oponente, criar combos maiores, jogar lixo na tela do adversário quando as peças dele já estiverem quase no topo, etc. Rebobinar não garante vitória, mas ajuda a reverter movimentos errados. Quando a velocidade aumenta, é mais do que normal virar os Puyos coloridos pro lado errado em meio ao desespero.

Ainda sobre o modo Arcade, ao iniciar o jogo você enfrenta um dos 8 oponentes via seleção aleatória – que pode ser interrompida a qualquer momento apertando o botão. Independentemente da ordem dos adversários, o nível de dificuldade cresce conforme você sobe de andar em uma torre de desafios. O objetivo da protagonista Arle Nadja (mantendo o nome original, japonês) é chegar no topo da torre e enfrentar novamente o vilão Dark Prince.

Imagem do jogo Sega Ages: Puyo Puyo 2
Eita sapinho lazarento, viu!

No modo Endurance, o jogador encara os oponentes em ordem sequencial, com dificuldade crescente. Também oferecer o “time reverse” e vale citar que cada personagem possui um estilo próprio de gameplay. Por exemplo: o sapo Nohoho acumula Puyos criando pilares no canto da tela, sempre em busca de combos. É preciso prestar atenção nisso para saber o que fazer, evitando jogar sempre da mesma forma.

O modo VS permite jogar contra um amigo na mesma tela, oferecendo três regras / cenários diferentes. Por fim o Online Match permite criar ou ingressar uma sala de jogo, inclusive de forma aleatória. O matchmaking funciona bem, embora neste momento de lançamento esteja mais difícil de encontrar jogadores.

Equilíbrio nos combos

Enquanto que em Puyo Puyo os combos são destruidores, nesta sequência foi realizado o balanceamento para equilibrar as coisas. Os combos ficaram um pouco mais fracos, dando espaço para contra-ataques. Antes, os combos do adversário jogavam tanto lixo na sua tela que ficava difícil virar a partida à seu favor.

Imagem do jogo Sega Ages: Puyo Puyo 2
Embora a cabine do arcade seja fictícia, não dá pra negar seu charme.

Mantendo a tradição, a M2 fez mais um port impecável com Puyo Puyo 2. O visual não é lá tão diferente do game original, mas sempre dá gosto ter um upscaling eficaz com pixel perfect, entre outros caprichos como o background da cabine do fliperama – um dos melhores de toda a coleção Sega Ages. Dá vontade de ter uma de verdade, no canto do quarto.

Sega Ages: Puyo Puyo 2 é um jogo de puzzle difícil mas prazeroso, pra passar horas jogando e curtindo a variedade (mesmo que pequena) dos modos oferecidos. O gameplay funciona, a trilha sonora empolga e seu Nintendo Switch agradece se você não o jogar contra a parede.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Prós

  • Novos modos, incluindo o inédito multiplayer online
  • Função rebobinar
  • Altamente viciante

Contras

  • A dificuldade pode frustrar
  • Tradução incompleta
Clique para comentar
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x