Conecte-se conosco

Reviews

Review – Spacelines From The Far Out

Publicado

em

spacelines from the far out bg

O que acontece se você misturar o caos de Overcooked, o gerenciamento de Faster Than Light, o visual de Kerbal Space Program e uma pitada de Jazz em um jogo? A ideia pode parecer maluca, mas é o que Spacelines From The Far Out – um jogo desenvolvido por brasileiros – se propõe a fazer, adicionando elementos de todos os jogos citados e proporcionando ao jogador uma caótica experiência em gerenciar uma linha de transporte espacial.

Com um visual atraente e mecânicas desafiadoras, Spacelines From The Far Out aposta na sinergia entre vários jogadores a fim de realizar um objetivo: transportar passageiros pela imensidão do espaço. Para essa missão, elementos de roguelike e gerenciamento se mesclam, criando uma jogabilidade que, além de divertida, é desafiadora na medida certa.

O restaurante no fim do universo

Spacelines From The Far Out te leva para uma jornada entre diversos pontos de interesse no espaço. O objetivo é, como dito anteriormente, transportar passageiros de um ponto X para um ponto Y. Contudo, qualquer um que já tenha viajado na vida real sabe que viagens longas são feitas de paradas, e por aqui não poderia ser diferente.

Em uma nave espacial, os jogadores, além de levarem os passageiros ao destino final, devem ter em mente o seu bem estar. É justamente essa a mecânica que aproxima o título de jogos como Overcooked, onde o objetivo é realizar tarefas de forma eficiente a fim de garantir a satisfação dos clientes. De tempos em tempos, os passageiros terão necessidades, e caberá aos jogadores a tarefa de largar alguma função da nave para realizar atividades que agradem os viajantes. 

20220611145318 1
Só no passinho!

Conforme o jogo avança, as tarefas ficam mais complexas, e o caos reina dentro da nave. É justamente a dinâmica de otimizar e dividir as atividades pertinentes da nave e da satisfação dos passageiros que torna a experiência de Spacelines From The Far Out divertida. Há inúmeros jeitos de uma decisão errada colocar toda a viagem em risco, então espere por muitas missões falhadas até que a sintonia entre os tripulantes esteja alta.

A união faz a força

Fora os elementos de gerenciamento dos passageiros, outro fator desafiador é a lógica dos dispositivos da nave. Aqui, de modo similar a jogos como Faster Than Light e Trigon: Space Story, a energia gerada pelo sistema de abastecimento é limitada, e, por vezes, você terá que escolher quais aparelhos serão ligados em detrimento de outros. Obviamente, melhorias nesse sistema podem ser feitas, mas uma nave em estágio inicial terá problemas com energia.

A preocupação com os equipamentos significa que, em algumas horas, sistemas ociosos deverão ser desligados a fim de atender outras necessidades. Às vezes, desligar o sistema de comida para ligar o sistema de comunicações pode ser a melhor opção, mas lembre-se que tal manobra exige coordenação entre os tripulantes.

20220612002518 1
Novos tripulantes dão um toque especial ao jogo

Por mais que não chegue ao mesmo nível de complexidade dos jogos citados anteriormente, o sistema de energia contribui para deixar a experiência ainda mais caótica e dependente do trabalho de equipe. Como o sistema de gerenciamento energético deve ser ativado in loco, provavelmente essa função será delegada a algum dos tripulantes responsável por vagar entre os cantos da nave. 

Elementos extras e veredito

Com a jogabilidade e o trabalho de equipe como carro chefe, Spacelines From The Far Out também tem outros pontos que merecem destaque. Viagens longas são geralmente acompanhadas por música, e a trilha sonora combina perfeitamente com o ritmo das corridas espaciais, sendo composta de um jazz à moda brasileira. É bem provável que você queira escutar as músicas que embalam as viagens até mesmo fora do jogo.

A música e a arte do jogo fazem referência a uma visão retrô sobre o futuro espacial. Há um charme na ambientação, e o modelo dos personagens, como dito nos primeiros parágrafos, lembra bastante Kerbal Space Program. Não é difícil jogar e imaginar que os cenários poderiam estar incluídos no Guia do Mochileiro das Galáxias.

20220612003249 1
Ao infinito e além!

Em suma, Spacelines From The Far Out é uma tentativa de sucesso de criar um jogo desafiador e divertido para se jogar entre amigos. As influências presentes por aqui têm a dosagem certa de complexidade, caos e cooperação. De fato, há momentos em que o jogo é tão caótico que lembra o Ratinho lutando wrestling ao som de Rules of Nature do Metal Gear Rising (sério, assistam a esse vídeo e não me perguntem como cheguei a essa conclusão). Dito isso, se você busca uma experiência divertida em grupo, então escolha três amigos de sua confiança e embarque nessa jornada estelar, pois os perigos do espaço te esperam.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Prós

  • Fator cooperação
  • Experiência caótica
  • Trilha sonora brilhante

Contras

  • Encontrar jogadores pode ser difícil
Clique para comentar
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x