Conecte-se conosco

Reviews

Review – Turrican Flashback

Publicado

em

turrican flashback bg

Minha saga de reviver qualquer jogo clássico continua! E é óbvio que eu não deixaria Turrican Flashback passar batido. Não que eu seja autoridade para falar dessa franquia criada pela Factor 5, pelo contrário: só havia jogado Super Turrican, quando aluguei em uma locadora perto de casa para curtir o final de semana. Com esta coletânea, que reúne os dois primeiros games de Commodore Amiga e as versões de Super Nintendo e Mega Drive, chegou a hora de conhecer a franquia pra valer.

Turrican é um jogo de ação de plataforma 2D que se passa em um futuro distante. O mundo de Alterra vive um momento de paz até rolar um terremoto que compromete o núcleo do planeta. Sem opções, uma aliança é feita com a inteligência artificial MORGUL para manter Alterra operacional. Quando tudo parecia estar voltando ao normal, uma horda de monstros surge. Cabe ao nosso guerreiro metálico, Turrican, acabar com o terror liderado por MORGUL.

Um clássico do Amiga

A remasterização dos jogos Turrican chega para os fãs matarem a saudades e os novatos conhecerem esta aventura de exploração. Mas já adianto que não é para todos, muito em função do desafio elevadíssimo. O gameplay oferece ao herói uma barra de energia e diversas armas para fazer uso. É preciso encontrar munição e outros recursos para não ficar na mão, especialmente contra os chefões. E os power ups também dão uma força, recuperando a saúde e concedendo vantagens como invencibilidade temporária.

Imagem do jogo Turrican Flashback
Salvo por um pixel.

O desafio vem não só da variedade de inimigos e obstáculos encontrados nos cenários, cujo a exploração ocorre em todos os sentidos da tela, mas também com a estratégia no uso do seu arsenal: tem um poder que varre o cenário, um raio com controle de ângulo e até uma variação da Morph Ball, inspirado na série Metroid. Além de estar com os reflexos afiados, uma vez que vem tiro de todo lado, uma arma usada errada pode custar sua vida. E se perder três vidas, vai direto pra tela de continue. Mas relaxa que dá pra rebobinar a ação ou salvar o jogo a qualquer momento, naquele esquema de “save state” dos emuladores.

O game original ainda oferece momentos em que o herói voa de jetpack, em orientação vertical, e outras brincadeiras para quebrar a mesmice do side-scrolling. Em outras palavras, Turrican é basicamente uma adaptação do gênero shmup (ou “jogo de navinha”), mas com o herói caminhando e pulando a maior parte do tempo. Tem até uns bloquinho de pedra escondidos à lá Super Mario Bros., pra pular embaixo e conseguir uns power ups.

A sequência e as versões Super e Mega

Turrican II: The Final Fight traz outra história: a tripulação da nave Avalon-1 é atacada pelo tirano The Machine enquanto procurava por novos planetas e formas de vida. Apenas o protagonista (Bren McGuire) sobrevive para buscar vingança, vestindo a reluzente armadura Turrican. Neste jogo, com gráficos e animações mais caprichadas, os desenvolvedores resolveram ampliar os cenários para oferecer ainda mais opções para chegar ao final de cada fase.

Imagem do jogo Turrican Flashback
Jan, Ken, Pon! Pedra não, pedra nãããooo…

Incluíram também novas armas, como uma que os tiros recocheteiam pelo cenário, e inseriram uma fase em que você pilota uma nave. Lembra da influência que mencionei, do gênero shmup? Este jogo abraça de vez e oferece uma fase inteira neste formato, com um chefão ao final. Aliás, esta sequência oferece chefões bem criativos, com ataques e estratégias bem diferentes. O desafio? Tão elevado quanto no primeiro game.

Agora vamos às versões exclusivas, que são diferentes entre si. Super Turrican chegou ao Super Nintendo em 1993 combinando o melhor dos jogos anteriores, mas adicionando novidades próprias. Tem novas armas, segredos a dar com pau e até a trilha sonora ganhou um upgrade. Na trama, The Machine volta a infernizar a humanidade atacando o mundo de Katakis. Os sobreviventes pedem socorro, captado pelo nosso guerreiro enquanto pilotava a Avalon-1.

Em Mega Turrican, lançado para Mega Drive em 1994, os jogadores podem esperar pela aventura mais completa e divertida de todo o pacote. Apesar de ser mais linear que seus predecessores, o jogo traz novidades ainda mais impactantes para o gameplay, como a adição de um gancho que permite balançar entre plataformas e alcançar áreas que você não conseguiria acessar de outra forma. A artilharia também impressiona, com muitas opções. Quanto às músicas, Mega Turrican entra facilmente pro Top 10 das melhores trilhas sonoras feitas para o console da Sega.

Imagem do jogo Turrican Flashback
Mega Turrican, o melhor jogo do pacote.

Vale citar que estas remasterizações melhoraram alguns aspectos dos games originais, como correção de bugs e um novo mapeamento dos botões. O gameplay ficou mais preciso no tempo de resposta entre o comando e a ação, e mais intuitivo para os jogadores. Chega de pulos imprecisos! Dá pra sentir que todos os games foram aprimorados da melhor maneira possível. O pixel art ficou cristalino, prazeroso de ver em qualquer resolução.

Apesar da coletânea deixar de fora a sequência Super Turrican 2 (SNES, 1995), esta é uma ótima pedida pra revisitar esta franquia que fez história em seu tempo. Turrican Flashback apenas carece de novos modos – assim como a coletânea Sega Ages fez em todos seus títulos – e qualquer conteúdo extra, como manuais digitalizados, bastidores de desenvolvimento, etc. Pelo menos oferece as opções manjadas de sempre, como papel de parede para o fundo de tela e filtros pra emular uma Tv da época, entre outras opções como reduzir o tamanho das informações na tela. Quem é fã realmente não pode perder.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Prós

  • Gráficos cristalinos
  • Melhorias no gameplay
  • Opção de rebobinar o jogo
  • As trilhas de Chris Huelsbeck

Contras

  • Super Turrican 2 ficou de fora
  • Não há qualquer conteúdo extra
  • Tá caro demais na eShop e PS Store
Clique para comentar
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade
0
Would love your thoughts, please comment.x