Conecte-se conosco

Reviews

Review – WarioWare: Get It Together!

Publicado

em

warioware get it together capa

O que começou como uma ideia maluca para um jogo de Game Boy Advance, em 2003, virou uma franquia de sucesso estrelada por Wario. De lá pra cá saíram mais 8 jogos, a maioria para portáteis, sendo WarioWare: Get It Together! exclusivo de Nintendo Switch. Mesmo com tantos títulos na conta, a fórmula segue a mesma de sempre: uma porrada de microjogos insanos para completar em poucos segundos.

A novidade neste novo título é a possibilidade de jogar com Wario e seus amigos. Nos jogos anteriores, os microjogos são exclusivos para cada personagem, com gameplay próprio. Agora, um mesmo minigame pode ser jogado por outros personagens com habilidades diferentes. É, inclusive, o primeiro da franquia a expandir a história para outros modos de jogo, aumentando a sua duração.

Culpa do Wario, de novo

Na trama, Wario conclui o desenvolvimento de um jogo que acaba ganhando vida própria com seus bugs, sugando o protagonista e seus amigos para dentro de um videogame portátil. O objetivo é limpar os bugs das fases e assim ir desbloqueando cada personagem. Você começa com Wario e aos poucos vai descobrindo o gameplay único de cada um, podendo selecioná-los como um time. Dá para jogar a campanha sozinho ou em 2 jogadores, com dificuldade equilibrada para ambos os casos.

warioware get it together 4
Cada fase apresenta um novo personagem para jogar.

A primeira coisa a se notar é o carinho com os personagens, inicialmente representados pelos desenhos originais da franquia, que são transformados em versões compactas durante a abdução do game. Ao desbloquear cada um, o jogador é introduzido a um rápido tutorial que mostra como funciona o seu gameplay. Coisa simples, com personagem que não pula, outro que só atira, e assim por diante. São 20 ao total contando com Wario, sendo que 4 deles são apresentados em duplas: os taxistas Dribble & Spitz e as ninjas Kat & Ana. Estas duplas se dividem no multiplayer com 2 jogadores, sendo que cada um atira para um único lado.

Cada fase no mapa mundi do modo história possui 10 microjogos pra mais, finalizando com um chefão. Eles são divididos por temáticas, assim como nos WarioWare anteriores: tem Nature, Sports, Food, Nintendo Classics, Culture, Anything Goes, etc. Tirando o Intro Games, que possui 13 microjogos, os demais 9 temas possuem 23 microjogos cada. Um total de 220 no pacote.

Apesar do número surpreender, tamanho a criatividade sem fim dos japoneses da Nintendo, a campanha dura em torno de 2 horas. É pouco, mas não o suficiente para o jogador conhecer todos os microjogos – que são aleatórios e mudam de acordo com os personagens que escolher na party. Após finalizar o modo história, o jogo continua com o Variety Pack, Play-o-pedia, Crew, Wario Cup e Missions. Aí, meu amigo, o game fica realmente infinito.

warioware get it together 1
Os chefões são a cereja no bolo, um mais bizarro que o outro.

Expandindo as possibilidades em WarioWare

WarioWare: Get It Together! bebe bastante da fonte de Super Smash Bros. Ultimate. Tem semelhança na interface de menus, tem sistema de evolução para os personagens e todo um incentivo ao replay. Esse esquema de níveis, por exemplo, depende dos itens que você compra no Emporium – ou recebe aleatoriamente de galinhas gashapons – e dá de presente pra cada personagem no Breack Room.

A eficácia do presente depende do personagem em questão gostar ou não do que ganha. Wario, por exemplo, evolui rapidinho com tesouros e lentamente com legumes. E quando o jogo não te der dicas, terá que deduzir o gosto de cada um pelo perfil, que nem sempre é óbvio. A evolução desbloqueia a customização de cores, roupas especiais e artes conceituais para acessar em uma galeria.

No modo história, você junta moedas que são utilizadas para continuar uma fase em que foi derrotado (após esgotar suas 4 tentativas). Porém, optar por recomeçar a fase do início não é tão ruim quanto parece, uma vez que tudo acontece rápido demais. Tais moedas são utilizadas também no Emporium, a loja que comentei anteriormente.

warioware get it together 3
Após jogar com todos os personagens, fica fácil definir seus favoritos.

O Variety Pack introduz mais 10 fases distintas, para 1 a 4 jogadores, com personagens aleatórios em atividades como esportes, combates e mais. Play-o-pedia, para 1 a 2 jogadores, permite selecionar um tema e microjogo para jogar sem parar, até perder e obter a maior pontuação possível. Já o Wario Cup, para 1 jogador, traz desafios semanais (rankeados ou não, você escolhe) valendo prêmios de acordo com a sua colocação. Por fim temos o Missions, que é uma lista de desafios com recompensas apenas em moedas.

Nintendices inexplicáveis

Estranhamente, os recursos do Nintendo Switch foram completamente ignorados em WarioWare: Get It Together! A tela touch não tem utilidade e o acelerômetro e giroscópio do joy-con também foram descartados em prol de um gameplay simples, que se resume ao controle analógico e um único botão de ação, que pode ser qualquer um. O jeitinho único de jogar com cada personagem segura a peteca no ar? Com certeza. Mas não deixa de ser um grande desperdício.

Em WarioWare: Touched!, de Nintendo DS, há microjogos em que você assopra o portátil e outros interativos com a tela touch através da caneta Stylus. E em WarioWare: Smooth Moves, de Wii, você utiliza o sensor de movimento do Wii Remote em microjogos de equilíbrio. Estes são exemplos de funcionalidades completamente reproduzíveis no Nintendo Switch, mas que os desenvolvedores preferiram ignorar.

warioware get it together 2
Se desperdiçar uva, leva bronquinha!

Outra coisa que pode incomodar os jogadores é a ausência de um modo multiplayer online. Mas aqui eu entendo o motivo dos desenvolvedores: com microjogos rápidos, que duram segundos, qualquer lag sabotaria a experiência toda. Pra funcionar perfeitamente, só com partidas locais ou Switchs conectados via wi-fi mesmo. O jeito é reunir os amigos para partidas com 4 jogadores.

WarioWare: Get It Together! oferece um pacotão de microjogos absurdos e igualmente divertidos, além de modos de jogo extras que ampliam a duração da jogatina. Wario Cup é o único modo que não causa tanta empolgação, uma vez que sua fórmula se assemelha aos jogos mobile, que premiam o jogador com XP e recompensas ao participar continuamente de seus desafios. Exceto pelo Wario Cup e os recursos ignorados do Switch, WarioWare: Get It Together! acerta em suas escolhas e deve agradar tanto os fãs quanto os novatos nessa competição sem pé nem cabeça.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Prós

  • Conteúdo além do modo história
  • Minigames estupidamente criativos
  • 20 personagens diferentes
  • Ótimas músicas

Contras

  • Wario Cup não empolga
  • Os recursos do Switch e Joy-Con foram completamente ignorados
Clique para comentar
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Publicidade
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x